tomar

 

Durante um mês inteiro, Tomar dá a provar cerca de três dezenas de especialidades, naquele que é o certame mais doce da cidade templária. A mostra “De Tomar e dos Conventos”, que se realiza pelo 9.º ano consecutivo, é uma iniciativa do Município de Tomar, em parceria com as pastelarias locais, que acontece de 1 a 30 de abril.  

 

 

A doçaria tomarense é rica e apetecível, nascida nas cozinhas conventuais e preservada nos saberes (e sabores!) locais, ao longo de séculos, tal é o seu valor e singularidade. Em Tomar, é possível recuar no tempo, graças às pastelarias que mantêm os doces tradicionais. 

 

 

 

Para alegria e prazer dos gulosos, abril é o mês da mostra de doçaria “De Tomar e dos Conventos”. Num périplo por 19 pastelarias da cidade, é possível provar cerca de 30 doces que são verdadeiras tentações. 

 

 

 

Só aqui é possível pedir, numa confeitaria, um Beija-me Depressa, sem que alguém fique ruborizado. As gentes de Tomar criaram sedutores beijos feitos do mais saboroso doce de ovos, envolto em açúcar de pasteleiro. 

 

 

 

À espera dos visitantes estão também as originais Fatias de Tomar que, diz a lenda, eram a sobremesa preferida dos frades do Convento de Cristo. Este doce de ovos e açúcar é cozido numa panela especial, inventada e fabricada apenas na cidade do rio Nabão, o que torna as Fatias de Tomar únicas. 

 

 

 

A 9.ª edição desta mostra estende-se a muitas mais formas e sabores, como as castanhas de ovos, os queijinhos doces, as cornucópias, as tigeladas, as primorosas, os bolos de cama, as queijadas de gila, as espadas de D. Gualdim, entre outros.  

 

 

 

No dia 22 de abril, a mostra de doçaria sai para a rua. No “Doce Passeio Doce” as pastelarias da cidade expõem e vendem as suas especialidades na Praça da República, das 15h00 às 18h00.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6784 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.