Tribunal Constitucional do Peru disse sim às corridas de touros e negou razão aos animalistas

O Tribunal Constitucional do Peru disse, agora, sim às corridas de touros, após petição apresentada por um grupo animalista que pretendia declarar inconstitucional e eliminar a execepção na Lei de Protecção Animal, que permite a celebração de corridas de touros e lutas de galos.
A Lei 30407 mantém-se tal como está, mantendo-se assim as tradições taurinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.