Turismo de Portugal: Três projectos desenvolvidos no programa ALA+T recebem apoio de 700 mil euros

 

 

Digital Nomads Adventure, Rede Portuguesa do Turismo Industrial e Rota dos Moinhos de Portugal são os projectos de desenvolvimento territorial resultantes da primeira edição do programa ALA + T – qualificação da Administração Local Autárquica para o Turismo – que vão ser apoiados pelo Turismo de Portugal (TdP) com um total de 700 mil euros.

 

Ao distinguir estes três projectos, o Turismo de Portugal irá apoiar 15 municípios e uma Comunidade Intermunicipal, com um relevante potencial de escala a nível nacional (pela possibilidade de se extravasarem as fronteiras dos municípios envolvidos) e internacional (pela notoriedade que o TdP confere).

 

Promovido pela CIM Tâmega e Sousa, a Câmara Municipal de Amarante, a Câmara Municipal de Baião, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a Câmara Municipal de Mondim de Basto, o projecto DNA – Digital Nomads Adventure visa criar condições para tornar o território (Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto e Mondim de Basto) no primeiro espaço rural amigável para o segmento dos Nómadas Digitais. O objectivo é envolver a oferta de alojamento, de locais que possibilitem o coworking, de experiências turísticas autênticas, de redes e eventos profissionais, numa oferta que será estruturada pelos agentes dos municípios envolvidos, explorando de forma articulada o activo emergente da Estratégia Turismo 2027: “Living – Viver em Portugal”.

 

Já a Rede Portuguesa do Turismo Industrial – RPTI pretende estabelecer uma rede formal de parceiros na área do Turismo Industrial, potenciando os esforços já desenvolvidos nesta área através de ferramentas online e offline que permitam apresentar aos turistas uma nova abordagem turística, consistente e organizada. O objectivo passa por incrementar os fluxos de turistas que viajam para Portugal com uma motivação específica para a descoberta do Turismo Industrial, incidindo fora da época alta e em todas as regiões do país. O projecto resulta de uma colaboração entre a Câmara Municipal de Famalicão, Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Câmara Municipal de Santo Tirso, Câmara Municipal de São João da Madeira, Câmara Municipal de Vale de Cambra e Câmara Municipal de Vila do Conde.

 

Portuguese Mills – Rota dos Moinhos de Portugal irá proporcionar, in loco, a fruição sensorial de uma etnocultura própria, recriando as vivências das gentes das terras, em torno do ciclo do pão. Ao abrigo deste projecto serão desenvolvidos roteiros de actividades e ferramentas de incentivo à visita (Passaporte Miles 2 Mills), integrando as comunidades e os seus saberes e potenciando a requalificação contínua dos espaços molinológicos em Portugal. O projecto é promovido pela Câmara Municipal de Águeda, Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, Câmara Municipal de Nelas, Câmara Municipal de Sever do Vouga e Câmara Municipal de Vagos.

 

Para a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “foi uma enorme satisfação assistir a esta primeira edição do programa ALA+T. É muito importante criar as condições para o desenvolvimento das redes colaborativas em todo o território, de que são exemplo os três projectos que vão receber o apoio de 700 mil euros. É também fundamental valorizar e qualificar quem trabalha no Turismo. É precisamente por isso que este trabalho tem de continuar e será lançada dentro de dois meses a segunda edição do ALA+T”.

 

O programa ALA + T – Programa Nacional de Qualificação para a Administração Local Autárquica para o Turismo – tem como objetivo criar uma rede de técnicos especializados em turismo para promover o desenvolvimento e potenciar o turismo local e regional, enquanto factor de desenvolvimento económico, de preservação ambiental, de valorização cultural e de bem-estar social.

 

A primeira edição decorreu entre Setembro de 2018 e Fevereiro de 2019, com 160 participantes que se organizaram em 19 grupos de trabalho para apresentar projectos de desenvolvimento para os respectivos territórios. Destes, três foram escolhidos para ser apoiados pelo Turismo de Portugal.

 

Face à enorme adesão, a segunda edição do ALA + T inicia-se em Abril de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.