Valongo: Pulseira electrónica para homem que agrediu violentamente a mulher, obrigando-a a receber tratamento hospitalar

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) do Porto, no dia 13 de Março, deteve um homem de 44 anos, por violência doméstica, no concelho de Valongo.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica que durou cerca de uma semana, a GNR apurou que o suspeito, durante os últimos meses e num quadro de ciúme e depressão, dirigia ameaças de morte e agressões físicas à vítima, sua esposa, de 39 anos, que se viu na obrigação de fugir da residência, após ter tido necessidade de receber tratamento hospitalar.

O suspeito, sem antecedentes criminais, foi detido e presente a primeiro interrogatório judicial, no dia 13 de Março, no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de proibição de frequentar, permanecer ou aproximar-se da residência da vítima, num raio de 800 metros; proibição de se aproximar da vítima e de a contactar por qualquer meio, no seu local de trabalho ou onde esta se encontrar; proibição de adquirir, deter ou usar qualquer arma de fogo, armas brancas, ou qualquer outro objecto/utensílio com capacidade para atingir a integridade física ou vida humana; e proibição de se ausentar do concelho do seu domicílio, vigiado por pulseira electrónica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.