Vila Galé inaugurou hotel em Braga

 

 

O grupo Vila Galé acaba de inaugurar a sua 30ª unidade hoteleira: o Vila Galé Collection Braga, no centro da cidade, que representou um investimento de oito milhões de euros e criou 50 postos de trabalho directos.

 

Este hotel de quatro estrelas conta com 123 quartos e suites, dois restaurantes, bar, adega, piscinas exteriores para adultos e crianças, spa Satsanga Collection com piscina interior, ginásio e salas de massagens, oito salas de reuniões/eventos e ainda um espaço dedicado à inovação com experiências de realidade virtual, 4K e com hologramas.

 

O Vila Galé Collection Braga resulta da reconversão do complexo do antigo hospital de São Marcos, que estava desocupado desde 2011, permitindo assim requalificar um imóvel de interesse público, datado de 1508. Pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Braga, foi entretanto concessionado ao grupo Vila Galé para instalar o hotel.

 

Respeitando a vertente histórica e arquitectónica do edifício, construído no local onde existia uma ermida dedicada a São Marcos, uma albergaria e um convento templário, nesta unidade hoteleira manteve-se a estrutura existente e alguns elementos originais como os tectos abobadados.

 

Este é mais um produto único na rede Vila Galé e vem complementar a nossa oferta hoteleira. Com este hotel vamos conseguir captar vários segmentos, desde o lazer, ao corporate e aos congressos e eventos. Mais uma vez concretizámos um projecto que revitaliza e viabiliza património histórico que estava desaproveitado, dando nova vida a um edifício que é marcante em Braga“, refere o presidente do grupo Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida.

 

Para nós, é importante estar em Braga, que é uma cidade cada vez mais vibrante e dinâmica, muito jovem e animada e com uma forte presença de empresas, mas também importante pela universidade e pelo ambiente tecnológico“, destaca.

 

Frisa ainda que “a localização, no centro histórico, a poucos minutos a pé dos principais pontos turísticos, e a conjugação entre o tradicional e o moderno são traços distintivos do hotel“.

 

Ostentando a submarca Collection, o Vila Galé Collection Braga tem como tema a história dos arcebispos a da fundação de Portugal.

 

PRINCIPAIS CARATERÍSTICAS DO VILA GALÉ COLLECTION BRAGA

– Composto por três blocos: edifício D. Diogo Sousa (palácio), edifício D. Frei Caetano Brandão e edifício D. Frei Bartolomeu dos Mártires

– 123 quartos: 15 suites, 10 superiores, 20 familiares e 78 standard

– Piscina exterior para adultos

– Piscina exterior para crianças com escorregas

– Dois restaurantes: o Fundação com serviço buffet e o Bracara Augusta, à la carte

– Bar Euforia e adega Santa Vitória

– Clube Nep e parque infantil

– Jardins e claustro com esplanada e elevador panorâmico

– Sala inovação com filme de realidade virtual e em HDR uma experiência com holograma

– Acesso gratuito à internet via wi-fi

– Spa Satsanga com piscina interior aquecida, duche Vichy, ginásio e salas para massagens e tratamentos estéticos

– Oito salas de reuniões/eventos, com capacidade máxima para 270 pessoas em plateia

– Acessos para pessoas com mobilidade reduzida

 

 

Segundo a Direcção-Geral do Património Cultural,  a edificação do Hospital de São Marcos remonta a 1508, e deve-se à dinâmica do governo eclesiástico de D. Diogo de Sousa, cujo sentido foi posteriormente retomado, sob o governo de D. Gaspar de Bragança, que finalizou as obras. 

 

O hospital foi erguido no local onde existia uma ermida, pelo menos desde o século XII, dedicada a São Marcos, e ainda uma albergaria e um convento templário, que viria a ser extinto em 1312 para dar lugar ao dito hospital. Foi então D. Diogo de Sousa quem o fundou, reunindo neste novo organismo todos os outros existentes na cidade, num esforço de centralização das instituições assistenciais de Braga. 

 

A primeira administradora do Hospital foi a Câmara Municipal, mas em 1559 essa responsabilidade foi transferida para a Misericórdia, por intervenção de Frei Bartolomeu dos Mártires. 

 

Mais tarde, e já no século XVIII, o edifício foi objecto de uma grande ampliação, cujas obras tiveram início no claustro grande (1721-23) e enfermarias, estendendo-se, pouco depois, à igreja e ao claustro pequeno. O projecto foi concebido por Manuel Pinto Vilalobos, e executado por Pascoal Fernandes e Manuel Fernandes da Silva (este último já havia trabalhado no edifício, em 1706, numa intervenção de menor envergadura). Todavia, problemas com os desenhos levaram a que, em 1733, Carlos António Leoni apresentasse um novo projecto para a igreja e claustro pequeno, cuja concretização se prolongou, pelo menos, até à década de 1750. Sabe-se que André Soares também colaborou nesta construção, mas não foi ainda possível conhecer a extensão da sua contribuição.

 

Esta sequência de obras, com atrasos motivados pela falta de recursos financeiros, conduz-nos, já na segunda metade do século XVIII, à figura de Carlos Amarante, cuja intervenção permanece ainda por esclarecer. É inequívoca a vontade da Misericórdia em terminar o edifício, apesar da nova igreja ter ficado concluída apenas em 1836, ano em que foi inaugurada. Contudo, não é possível perceber se Amarante concebeu um projecto de raiz ou se, pelo contrário, apenas concluiu e respeitou a estrutura pré-existente, e nesse caso, da autoria de Vilalobos. 

 

De qualquer forma, os investigadores parecem concordar nos elogios à solução encontrada, reveladora de uma forte unidade, que conjuga o templo central, de fachada convexa, com os dois blocos civis que o enquadram, numa linguagem clássica, influenciada por outras igrejas (como a de Nosso Senhor dos Passos, em Guimarães, de André Soares, ou a do convento de São Bento de AvéMaria, no Porto) e pela tratadística francesa, mas cujo carácter barroco é inegável.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 12/06/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

_