Xutos &Pontapés, Capitão Fausto e Nuno Graciano associam-se ao Amazónia Live do Rock in Rio

arrowarrow


O Rock in Rio junta-se à eSolidar para um leilão solidário de guitarras. O objectivo? Plantar, no mínimo, 50 mil árvores.

A apresentação do leilão de guitarras dos Xutos e Pontapés e dos Capitão Fausto decorreu no Museu da Cidade, em pleno Campo Grande. Presentes no lançamento do leilão estiveram: Roberta Medina ( Vice-Presidente executiva do Rock in Rio), Marco Barbosa ( CEO da eSolidar), os Xutos e Pontapés, Capitão Fausto e Nuno Graciano.

 

 

O projecto começou connosco a nos comprometer-mos a plantar 1 milhão de árvores. É uma causa que abrange todos os países onde o Rock in Rio está, já há várias edições. O Banco Mundial já dou um milhão de árvores e uma universidade brasileira 100 mil. Agora para a frente é fazer com que esse número cresça o máximo possível. Se toda a gente participar é muito mais fácil chegar lá. Não é uma causa nova“, diz Roberta Medina.

 

 

As guitarras em leilão estão autografadas por inúmeros artistas que passaram pelo festival ao longo dos anos. As que foram assinadas pelos membros dos Xutos e Pontapés e dos Capitão Fausto vão ser entregues em mão, pelas bandas, no dia do concerto. Os vencedores do leilão poderão ir até ao backstage e tirar as fotos da praxe com a sua banda favorita.

 

 

Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, conta como a banda se envolveu nesta iniciativa:” era impossível não estarmos associados a este projecto. Esta é uma causa justíssima que tem a ver com causas ambientais e com a destruição do pulmão do mundo. É algo que é importante para todos nós. Como participantes no Rock in Rio só podíamos estar associados a esta causa. Oxalá consigam atingir os três milhões de árvores“.

 

 

Para além de actuarem, no dia 19 de Maio, também vão assistir aos espectáculos:” temos o Bruce Springsteen que é logo depois de nós. Eu gostava muito de ver os Hollywood Vampires, gosto muito de os ouvir mesmo que eles só toquem covers. Acho que vão dar uma actuação incrível“.

 

 

Para este ano a mítica banda tem programados muitos concertos e, talvez, o lançamento de um DVD, para o final do ano.” Ainda está a ser preparado para ver se tem a qualidade que a gente deseja. São estas as coisas que estão em cima da mesa para o ano de 2016. Fomos aos Estados Unidos mas não conseguimos vistos de trabalho. Vamos lá outra vez, a França e à Suíça. É o que temos na agenda“, conta Zé Pedro sobre os planos que a banda tem para o decorrer do ano de 2016.

 

 

A eSolidar vai ser responsável pelo leilão e no site as pessoas vão poder fazer uma contribuição simbólica ( 1 euro) para a compra de sementes que serão plantadas na floresta amazónica. Para tal basta aceder em https://www.esolidar.com/rockinrioamazonialive

 

 

Foi o Rock in Rio que nos contactou. Nós já tínhamos colaborado com eles na edição do ano passado, no Brasil.”, é desta forma que Marco Barbosa, CEO da eSolidar, explica a participação da sua empresa no leilão solidário.

 

 

As guitarras encontram-se em leilão desde o dia de hoje , 26 de Abril, e a contribuição servirá para a plantação de árvores na Amazónia.

 

 

O apresentador das manhãs do CMTV junta-se a Vanessa Oliveira, Cláudia Vieira e Rita Pereira como embaixador do projecto Amazónia Live. Um homem entre mulheres. Uma das metas dos embaixadores é envolver o máximo número de pessoas possível na causa. Rita Pereira já convidou os escuteiros ou a Escola Electrão, que vão estar a vender pulseiras para angariar fundos e ganhar bilhetes para o Rock in Rio.

 

 

Nuno Graciano também já tem algumas pessoas em mente. “Brevemente vou revelar essa informação. O problema é de consciencialização. As pessoas têm que perceber a importância que a Amazónia tem para o mundo“, explica.

 

 

O conhecido apresentador contou como entrou no projecto:” foi num almoço de trabalho. A Roberta falou-me desta causa e o meu olho até brilhou. Aquilo de que eu mais gosto é de vida selvagem. Quer isto dizer que vi aqui uma oportunidade de fazer uma coisa que adoro. As pessoas pensam que a Amazónia é uma coisa lá no Brasil mas a Amazónia engloba nove países. O Brasil é apenas mais um. Cada plantinha que plantamos na Amazónia tem um enorme impacto em todo o mundo. Começa a haver problemas de consanguinidade entre os animais“, conta.

 

 

Plantar uma árvore faz todo o sentido“, diz Nuno Graciano sobre o projecto que combate as alterações climáticas provocadas pela desflorestação da floresta amazónica. “Não quero viver num país onde os meus filhos não sabem o que é um pássaro a cantar. Não é este o mundo que quero construir“, afirma Nuno Graciano.

 

 

A Vice-Presidente executiva do Rock in Rio tem mais dois nomes que gostaria que se juntassem aos embaixadores do movimento Amazónia Live:” gostaria que o Ricardo Carriço ou o Ricardo Pereira viessem. O Ricardo Carriço sempre foi embaixador das nossas causas sociais mas por causa da agenda ainda não conseguimos oficializar“.

 

 

Os Capitão Fausto também foram convidados a participar nesta iniciativa. A banda actua a 28 de Maio, no palco Vodafone do Festival. “O licitador mais audaz vai ter o prazer de receber uma guitarra nossa e de ir ao camarim“, conta Domingos, dos Capitão Fausto.

 

 

A banda lançou o álbum “Capitão Fausto têm os dias contados”, e vai estar a apresenta-lo em inúmeros espectáculos, um pouco por todo o país: “vamos apresentar o disco até ao Rock in Rio. Depois começa o verão e chega a época dos festivais“, diz. A banda deixa um conselho aos futuros licitadores:” participem no leilão pois é por uma causa nobre que toca a todos, é muito importante. Se todos fizermos um bocadinho chegamos a uma boa meta“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.