Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Alcochete: Passanha vence concurso de ganadarias e Rouxinol triunfa

Alcochete: Passanha vence concurso de ganadarias e Rouxinol triunfa

Alcochete: Passanha vence concurso de ganadarias e Rouxinol triunfa em dia de aniversário e com uma lide de muito boa qualidade.

A Praça de Touros de Alcochete recebeu, este domingo, a primeira de duas corridas da feira taurina.

O tradicional concurso de ganadarias contou com touros das ganadarias de Veiga Teixeira, Vale Sorraia, Vinhas, Fernandes de Castro, Passanha e António Raul Brito Paes.

Em cartel, os cavaleiros Luís Rouxinol, João Ribeiro Telles e António Prates. Pegou, em solitário, o Grupo de Forcados Amadores de Alcochete, capitaneados por Nuno Santana.

Este ano tem ainda a curiosidade de ser celebrativo do centenário da praça de touros de Alcochete e o 50º aniversário do Grupo de Forcados Amadores de Alcochete.

Luís Rouxinol abriu praça frente ao touro da ganadaria Vale Sorraia. Um touro com pouca transmissão, contudo sem dificultar a lide do cavaleiro. Em dia de aniversário, Rouxinol teve direito a que toda a praça lhe cantasse os parabéns, ao compasso da banda. A lide foi desenhada com base numa boa brega e escolha de terrenos acertada, sendo cravados ferros com verdade, culminando com um palmito.

Luís Rouxinol teve uma segunda actuação de grande qualidade, frente ao touro da ganadaria Passanha. Uma lide de muitos quilates do cavaleiro aniversariante. Depois da cravagem comprida, foi nos curtos que ‘armou o lio‘, montando o cavalo Douro. Brega ‘templadíssima‘, perfeito entendimento do touro, distâncias bem medidas e a cravagem a resultar ajustada e cingida. Lide triunfal de Rouxinol, num dia com duplo motivo de celebração: aniversário e triunfo na arena.

João Ribeiro Telles teve por diante um touro da ganadaria de António Raul Brito Paes, com mais mobilidade, investida e transmissão que o touro anterior. Após os regulares compridos, Telles teve uns primeiros curtos antecedidos de excelente brega, mas nem sempre com reuniões ajustadas. Terminou com um excelente ferro de palmo, em reunião cingida.

João Ribeiro Telles teve uma segunda lide irregular, frente ao touro da ganadaria Vinhas. Um touro que aparentava dificuldades de locomoção e que faltava no momento da reunião. João Telles desenhou uma actuação de constante ligação com o público, mas com as reuniões a nem sempre resultarem ajustadas, diante do touro. A fase final, com o cavalo Ilusionista, apostou em cravagens antecedidas de forte batida ao piton contrário, mas também aí faltou que as reuniões fossem cingidas. Pela positiva, destacar a brega do cavaleiro.

O jovem cavaleiro António Prates enfrentou um touro com 610Kg, da ganadaria de Fernandes de Castro. Um touro que veio de mais a menos, quebrando-se após os curtos e dificultando o labor do cavaleiro.
Prates teve um segundo ferro comprido de boa nota, mas depois a actuação veio a menos, destacando-se pela positiva a brega. Algumas passagens em falso retiraram ainda mais brilho à actuação.

António Prates fechou a tarde com uma actuação de boa qualidade, frente a um touro de Veiga Teixeira, com boas condições de lide. Muito boa brega, por parte do jovem cavaleiro, e curtos de boa nota, com cites de frente e reuniões correctas.

O Grupo de Forcados Amadores de Alcochete concretizou as pegas ao primeiro intento (Vítor Marques), quarto intento (Nuno Santana), terceiro intento (Manuel Pinto), José Feire concretizou ao segundo intento, após dobrar João Belmonte que saiu lesionado e de maca, António Cardoso ao primeiro intento numa extraordinária execução e o último touro não pôde ser pegado devido a ter-se lesionado no piton direito.

Uma tarde agridoce para o grupo, com três forcados a saírem lesionados (João Belmonte de maca para a enfermaria, Nuno Santana a pé para a enfermaria e António Cardoso combalido e posteriormente ficando com o braço ao peito) e algumas pegas menos conseguidas, mas com duas de grande nível.

O touro da ganadaria Passanha conquistou os prémios de apresentação e bravura.

Corrida dirigida por Tiago Tavares, assessorado por Carlos Antunes Santos. Foi cornetim, Nuno Massano. 

Em breve, apresentaremos a galeria fotográfica da corrida.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever
Corrida de Sobral de Monte Agraço 2021