Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Alta Definição: Rui Santos emocionado ao relembrar a morte da irmã

O jornalista desportivo Rui Santos foi o convidado do programa ‘Alta Definição’, hoje, sendo entrevistado por Daniel Oliveira.

O jornalista abriu o coração a Daniel Oliveira e recordou a morte da irmã.

Começou por falar sobre a morte da irmã.

A minha irmã morreu de parto…, mas a minha sobrinha sobreviveu e hoje é uma mulher absolutamente emancipada, que neste momento está fora do país”, explicou.

Foi um momento terrível, sobretudo para a minha mãe… e eu perdi o sol… Perdi… não queria, mas… desculpa”, acrescentou.

A minha irmã era uma miúda bonita, era extensão da minha mãe, era a alegria, a vontade de viver…”, disse.

A dor fê-lo dedicar-se mais ao trabalho: “Tentei esconder-me um bocadinho no trabalho”.

O trabalho salvou-te?”, questionou Daniel Oliveira.

Nunca salva totalmente. A ferida é tão grande que está cá sempre. É uma dor que está instalada e que faz parte de nós. Há momentos que aparece com outra intensidade e o facto de estarmos a fazer coisas reduz um bocadinho…, mas está sempre cá”, respondeu Rui Santos.

Sofri muito com a perda do meu pai, da minha mãe, dos meus tios, da minha irmã”, assumiu o jornalista.

Tenho a noção clara de que metade da minha vida já passou…, mas tenho uma preocupação muito grande com o bem estar da minha filha. Fui sempre trabalho e depois família”, disse emocionado.

Podia ter feito mais. tenho que pedir desculpa às mulheres da minha vida. Não consegui ser totalmente equilibrado nessa relação. O trabalho sempre tomou conta de mim. Se calhar, o meu maior falhanço foi esse. Há umas reparações que preciso fazer (…) Tenho medo de sair daqui [morrer] sem fazer isso. A prioridade é a relação com a minha filha, a Mariana”, afirmou.

O que eu quero mais é que ela perceba fundamente é que o pai investiu numa carreira, que é uma pessoa que tem alguns defeitos, cometeu alguns erros, mas que ela está sempre no meu coração. Neste momento a prioridade das minhas prioridades”, ressalvou Rui Santos.

Sobre o seu divórcio disse que a filha “apareceu quando eu estava subterrado de trabalho, depois tive um divórcio. O processo de divórcio foi complicado, foi difícil. Ela era pequena e essas coisas marcam”.

Ainda sobre a irmã disse que “tenho de voltar ao sítio onde a minha irmã ficou. São tantos anos passados, acho que estou preparado, mas às tantas não estou. Adoro os Açores, convivi muito com ela em São Miguel… Há aqui qualquer coisa que tenho de ultrapassar”.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
114InscritosInscrever