Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Amor só em segurança: 42% afirmam que só teriam um encontro com alguém vacinado ou com anticorpos

Amor só em segurança: 42% afirmam que só teriam um encontro com alguém vacinado ou com anticorpos

Novo estudo global da Kaspersky explora o papel das apps de encontros e o estado atual da tecnologia e das relações.

Numa era de confinamento e restrições, os consumidores estão a prestar mais atenção à sua saúde e segurança pessoal enquanto “namoram”, de acordo com um novo estudo da Kaspersky. Inclusive, quatro em cada dez (42%) preferem apenas encontrar-se fisicamente com alguém que tenha anticorpos ou um certificado de vacinação. O estudo permitiu também concluir que, desde o início da pandemia, os consumidores se tornaram mais ansiosos no que toca a encontros cara-a-cara e o número de pessoas que não se encontram offline com nenhuma das suas correspondências mais do que duplicou (de 16% para 35%).

A pandemia alterou significativamente muitas das nossas atividades diárias e os encontros não são exceção. Durante os vários períodos de confinamento, as pessoas passaram mais tempo em aplicações de encontros e o número de utilizadores está a crescer.

Exigir saber em que estado está o processo de vacinação de uma pessoa com quem vamos ter um encontro é uma consequência óbvia da pandemia. No entanto, encontrarmo-nos diretamente com uma pessoa que conhecemos online parece gerar mais preocupações do que apenas a de ficarmos doentes. A nível mundial, os utilizadores sentem-se nervosos (50%) ou inseguros (18%) quando se encontram pessoalmente pela primeira vez com alguém que conheceram online.

A fim de atenuar algumas destas preocupações, a maioria (72%) dos que utilizam websites e aplicações de encontros online quer falar primeiro por telefone ou vídeo antes de concordar em encontrar-se fisicamente.

Fonte: Kaspersky

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever