António Raminhos: Diogo Piçarra “era pastor da IURD”

António Raminhos: Diogo Piçarra “era pastor da IURD”, brincou o humorista no regresso da rubrica “É muito má pessoa”, nas redes sociais.

Há muito tempo que não falo disto, mas há coisas que têm que ser abordadas. Sei que há muita gente que gosta dele, mas agora como vai dar dois concertos gigantes, um dia 13 de abril na SB Arena e outro dia 20 no Campo Pequeno, não sou capaz de ficar calado”, começou por referir o humorista no Instagram.

Nota, que tudo o que escreveu foi em tom irónico e não é verdade!

O Diogo Piçarra é muito má pessoa! Arrisco-me a dizer, é das piores pessoas que conheço”, afirmou.

Se forem à Wikipédia, veem que o Diogo foi para a República Checa acabar a licenciatura. Eu tenho um amigo que estava lá nessa altura e diz que o Diogo nunca meteu os pés na faculdade! Mas quem é que no seu juízo vai para a Rep. Checa ‘acabar o curso’?! Trabalhava numa produtora checa de filmes para adultos. Aliás, há um filme em que ele participa, mas mal se vê a cara, pesquisem por ‘Banhos Checos part IV’. O cabelo comprido dele dessa altura era para não ser tão reconhecido”, contou António Raminhos.

Há uns anos, o Diogo foi acusado de plágio por causa de uma música da IURD. O Diogo disse que nunca tinha ouvido a música. Mentira! Não só ouviu, como o Diogo era pastor da IURD! Verdade! Durante anos, o Diogo foi pastor da IURD, mas como essa malta mantém tudo num grande secretismo isso nunca se soube”, continuou António Raminhos.

Mais! Era conhecido como o pastor omnipresente que operava milagres. O Diogo tem um irmão gémeo, o André, então o que é que faziam? Vestiam-se de igual e ele parecia que estava sempre em todo o lado! Até vos digo mais, metade dos concertos do Diogo, são feitos pelo irmão. Ele, sim, canta bem e tem talento! Mas como o Diogo é que ficou famoso, paga um cachet baixo ao André e ele sujeita-se”, acrescentou António Raminhos.

O Diogo fez a capa da Men’s Health e claro que disse que foi um processo natural, só treino! Malta, o Diogo ligou-me a perguntar se podia usar o meu código da Prozis, Raminhos10, em pós e cenas para músculo, porque treinar era para maluquinhos! Fazia linhas de creatina como gente grande”, continuou António Raminhos.

É como dizer que é um homem de família e respeitador. Vocês sabem qual era a alcunha dos gémeos no Algarve? Os Piçarrote, porque serravam tudo o que era tipas, sobretudo, camones. Agora, continuem a dar confiança a estas pessoas e vão lá assistir aos mega concertos que vai dar no Porto e em Lisboa”, rematou António Raminhos.

Diogo Piçarra reagiu, divertido: “Os Piçarrote, um dia, vão bater-te à porta”.

Vai mas é beber um batido detox com tofu ralado”, respondeu António Raminhos.

Nas stories, Diogo Piçarra escreveu ainda: “Era ir lá a casa desta pessoa e enchê-lo de amor”.

Também o irmão do cantor, André Piçarra, partilhou a publicação: “O António Raminhos foi a única pessoa a perceber que sou o gémeo Piçarrote bom e verdadeiro”.

Siga-nos no Google News

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

31,799FãsCurtir
12,697SeguidoresSeguir
438SeguidoresSeguir
288InscritosInscrever