Após cancelar concerto em Boticas, Fernando Daniel é criticado e reage

Após cancelar concerto em Boticas, Fernando Daniel é criticado e reage, através das redes sociais.

Após cancelar concerto em Boticas, Fernando Daniel é criticado e reage

Fernando Daniel iria aturar em Boticas, no distrito de Vila Real, mas cancelou o concerto minutos antes do início do mesmo.

Justificou a situação, com falta de condições de segurança.

Lamento imenso, é uma situação que é completamente alheia à minha responsabilidade e à da minha equipa. Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para conseguir executar o concerto até à cerca de meia hora atrás, mas não é possível, o palco não tem as condições de segurança necessárias”, disse.

Porém, os fãs reagiram mal.

Que triste 😢 era mais fácil avisar a pessoas mais cedo que fizeram kms”, “Fiz 752 kms pra isto. E vou acampar aqui até tirares uma foto comigo pelo menos 😮”, “Enfim. Vedetas”, “É nestas situações que se vêm quem são os verdadeiros artistas… um artista popular que muitos chamam de “Pimba” nunca deixa o público sem espectáculo, até em cima de trailer de camiões dão show… enfim 🙄” ou “Muito mau! Ao menos vinhas dar a cara e pedir desculpa às pessoas. Falta de respeito! 👎”, entre muitas outras.

Fernando Daniel acabou por reagir.

Já atuei em bares, na rua, já atuei rodeado de fardos de palha, já atuei encostado a uma máquina de gelados. Sempre com gosto e admiração pela música. Não nasci num berço de ouro nem com o rabo virado para a lua. Não venho de uma família rica, sei que o pouco pode ser muito, basta ser feliz com o que se tem. Portanto jamais pedirei aquilo que não mereço”, começou por dizer.

Todos os espetáculos têm um rider técnico que é enviado para a organização do espetáculo […] Os riders existem para definir e assegurar o espetáculo, tanto na sua qualidade técnica como na garantia de segurança para todos os intervenientes e público. No caso do concerto de ontem os elementos (que constavam no rider técnico) necessários para garantir a segurança, não foram assegurados”, justificou.

O palco no seu centro, é composto por uma estrutura. As TRUSS que compõe essa estrutura que serve para segurar Ledwall, luz, robótica, adereços etc. As TRUSS que lá estavam não eram indicadas para o material necessário. Estavam a segurar quase o dobro do que é permitido, portanto, estavam em sobrepeso e a forçar em demasia os pontos de sustentação da mesma. Quebrando os pontos de sustentação passa a não haver sustentação, não havendo sustentação as TRUSS caem”, explicou.

Destacou ainda que o peso das TRUSS estava acima do limite permitido e que “não garantiam a segurança necessária de que aguentariam com o equipamento que nelas estava suspenso”.

Caindo uma ou duas TRUSS, ou até mesmo uma só máquina nela supensa, estamos a falar de um peso brutal a cair em cima de pessoas. Pode efetivamente acabar com a vida de alguém. Jamais poderia pôr em risco a minha vida, a vida da minha equipa e consequentemente a vossa também”, destacou.

Fernando Daniel disse que não comunicou o cancelamento do espetáculo mais cedo, porque foi informado que o palco, às 16h da tarde, “ainda estaria a ser preparado e por isso é que a minha equipa ainda não teria montado nada”.

Ao que me foi explicado pela minha equipa que estariam a tentar resolver a sustentação das TRUSS que claramente estavam em sobrepeso”, fundamentou.

Rematou com uma mensagem ao presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, e revelou que “oferece um espetáculo à cidade se assim o Presidente, a população de Boticas e aqueles que me foram ver o pretenderem”.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,472FãsCurtir
12,914SeguidoresSeguir
294SeguidoresSeguir
176InscritosInscrever