Almada: Detido após ameaçar de morte a ex-companheira, por não aceitar o fim do relacionamento

O Comando Territorial de Setúbal, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Almada, no dia 6 de Julho, deteve um homem, de 45 anos, no âmbito de um processo por violência doméstica, em Almada.

Na sequência da investigação pelo crime de violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito não aceitava o fim do relacionamento, fazendo várias ameaças de morte à vítima, de 43 anos, chegando a dirigir-se à casa desta, situada na Trafaria, para agredi-la fisicamente.

O suspeito com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, cumpriu várias penas de prisão efectiva resultante de crimes de violência doméstica, entre 2004 e 2018, e encontrava-se actualmente, sujeito a vigilância electrónica, medida essa que violou por diversas vezes. Assim foi dado cumprimento a um mandado de detenção, que culminou na detenção do agressor.

O detido foi presente ontem, dia 7 de Julho, ao Tribunal Judicial do Almada, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência, proibição de contacto com a vítima, medida de afastamento de 500 metros da residência da vítima, e sujeição a tratamento para desintoxicação do consumo de bebidas alcoólicas e estupefacientes.

Esta acção contou com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP).