Amarante: GNR recuperou material furtado em residência

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Amarante, ontem, dia 18 de Dezembro, constituiu arguida uma mulher, de 52 anos, pelo crime de furto, no concelho de Amarante.

Na sequência de uma investigação por furto em residência, com a duração de cerca de dois meses, no qual terão sido furtados vários objetos da habitação com recurso ao arrombamento de uma janela, os militares deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária, resultando na recuperação do seguinte material:

· Um micro-ondas;

· Um forno eléctrico;

· Dois monitores;

· Um computador;

· Dois televisores;

· Um jarro eléctrico;

· Um aspirador;

· Uma manta eléctrica;

· Uma torradeira;

· Um ferro de engomar;

· Uma extensão eléctrica;

· Uma varinha mágica;

· Um cortador de relva.

A suspeita foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Amarante.