Elvas: Quando o desenvolvimento e a História se juntam, o visitante sai beneficiado!

_mg_1865

 

O Forte de Nossa Senhora da Graça em Elvas celebra o primeiro aniversário desde a sua reinauguração, em Novembro de 2015. O que em tempos foi usado para defender a cidade é hoje um dos maiores motores da economia em Elvas.

 

 

O Forte de Nossa Senhora da Graça foi construído no Século XVIII e o seu principal objectivo era a defesa da cidade de Elvas. Actualmente a sua função de defesa transformou-se num motor da economia, pois no seu primeiro ano após a reinauguração acolheu 75 mil visitantes. O objectivo, segundo o presidente da Câmara, é manter estes números e se possível aumentar.

 _mg_1834

 

Com um custo de seis milhões de euros para o Estado e o Município, o impacto da sua recuperação começa a ser visível no município, pois o visitante fica mais tempo e com isso o comércio local sai beneficiado desde a indústria hoteleira, restauração, sem esquecer o comércio tradicional. Para Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas, “há efeitos muito positivos para a economia local, porque temos um perfil diferente de visitante, que já não está só de passagem, mas pernoita e faz em Elvas as suas refeições”. Além de Portugueses e Espanhóis, o monumento já recebeu originários de países como Austrália, Canadá ou Estados Unidos.

 _mg_1684

_mg_1692

 

O Forte que num período histórico mais recente serviu também de prisão militar, proporciona ao visitante visitas guiadas que além de darem a conhecer a sua história, permite o vislumbre de uma das mais belas paisagens que se pode ter de Elvas e toda a zona envolvente como por exemplo Badajoz e a fronteira com Espanha. Ao visitar este emblemático monumento somos transportados para tempos de outrora mas ao mesmo tempo com uma libertação da mente para tudo o que o futuro pode, e vai trazer, a esta terra que apresenta uma forte aposta no desenvolvimento nunca esquecendo a sua história.

 _mg_1703

 

_mg_1743

 

Além do Forte da Graça, Elvas apresenta-nos muitas sugestões de encantamento ao visitante. As suas gentes apostam num acolhimento familiar e por entre estórias e a história da cidade não podemos deixar de visitar o Castelo de Elvas, a Igreja das Domínicas (tentem ir ao miradouro pois são arrebatados por mais uma paisagem deslumbrante) ou a Igreja de Santa Maria de Alcáçova.

 

 

Em breve no Convento de São Paulo nascerá uma nova unidade hoteleira, pelo Grupo Vila Galé, o que para Nuno Mocinha “vai criar emprego”, algo positivo de modo a manter por exemplo os jovens locais e a conseguir atrair também jovens com valor de outras zonas para funções específicas. Recordamos que o Convento de São Paulo, em Elvas, foi o primeiro de 30 edifícios públicos que o Governo Português incluíu no programa de “Valorização do Património”, num investimento privado superior a 5 milhões de euros, com o objectivo de criar uma unidade hoteleira

 _mg_1783

 

_mg_1784

 

Elvas que aposta também numa componente tecnológica com o lançamento de uma aplicação para smartphones intitulada “SMIITY”. Esta aplicação permite que o utilizador tenha acesso a informação local e contextual através da interacção com a tecnologia Apple IBeacon e Google Eddystone, ou seja pode ser utilizada nos sistemas operativos da Apple e da Google. O utilizador terá acesso a noticias, eventos, percursos, pontos de interesse, redes sociais, entre muitas outras facilidades de modo a poder usufruir do máximo que Elvas tem para oferecer.

 _mg_1801

 

Até dia 15 de Janeiro, Elvas oferece também a quem a visita a maior pista de gelo coberta do país no Coliseu Comendador Rondão de Almeida. Miúdos e graúdos divertem-se num programa que pode ser saboreado por toda a família. A pista de gelo funciona nos dias úteis, das 16:00 às 21:00 horas e aos fins-de-semana e feriados, das 10:00 às 21:00 horas. Encerra para manutenção das 13.30 às 14.30 horas todos os dias. Por um período de 30 minutos de patinagem o utilizador paga 3 euros, sendo que pode também optar por adquirir um cartão passe de 50 euros, que é válido para 20 entradas na pista durante os dias úteis.

 

 

Além destas atracções, aconselhamos a que aproveite a gastronomia regional acompanhada por bons vinhos produzidos na região.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6805 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador