GNR faz esclarecimento sobre Ocorrência no Bairro do Segundo Torrão

Na sequência de várias notícias que vêm sido divulgadas por diversos Órgãos de Comunicação Social sobre a intervenção da GNR, na madrugada de sábado para domingo, 23 de Agosto, no Bairro do Segundo Torrão, na Trafaria, concelho de Almada, a GNR esclarece:

1. Na sequência de uma denúncia por ruído excessivo, proveniente de uma alegada festa privada, recebida no Posto Territorial da Trafaria por volta das 01h30 da referida madrugada, a GNR fez deslocar uma força ao local, vindo a encontrar cerca de 50 pessoas, concentradas na via pública, a consumir bebidas alcoólicas e a produzir excesso de ruído, através da projeção de música;

2. Considerando a situação de contingência em vigor na Área Metropolitana de Lisboa, a abordagem dos militares foi no sentido de lograr a dispersão das pessoas e fazer cessar o ruído;

3. Contudo, porque os cidadãos desobedeceram às ordens legítimas da autoridade e adotaram, desde o primeiro momento, uma postura agressiva, arremessando vários objetos e pedras contra os militares e as viaturas policiais, foi necessário solicitar um reforço da Unidade de Intervenção da GNR, e recorrer a um dispositivo de ordem pública;

4. Devido ao escalar da violência contra a força da GNR, e numa altura em que estava em causa a integridade física dos seus elementos, foi efetuado um disparo de dispersão com cartucho de bagos de borracha, dirigido ao solo;

5. Da intervenção policial, resultou a detenção de um homem de 27 anos, por agressão a militar da GNR, e um ferido ligeiro, o qual foi prontamente assistido pelos bombeiros locais e transportado para o Hospital Garcia de Orta, em Almada. Resultaram ainda danos nas viaturas da Guarda, bem como numa viatura de emergência dos Bombeiros Voluntários da Trafaria;

6. O detido foi hoje presente ao Tribunal Judicial de Almada, para primeiro interrogatório judicial.