Goucha critica realização da Festa do Avante: “A política está acima de todas as coerências”

Manuel Luís Goucha não poupou nas críticas à realização da Festa do Avante!, que se realiza já do dia 4 ao dia 6 de setembro na Quinta da Atalaia, freguesia da Amora, concelho do Seixal.
O assunto começou durante os comentários aos confrontos que envolveram duas centenas de jovens, este domingo, no Jardim do Morro, em Gaia. Uma pessoa foi detida e várias ficaram feridas.

A polícia foi chamada ao local e os jovens partiram para um “apedrejamento com garrafas e pedras” sob os agentes. Contudo, sabe-se que que nenhum dos agentes sofreu ferimentos.

No seguimento da conversa, Manuel Luís Goucha afirmou que os jovens combinaram esta festa ilegal por verem que outros encontros números também se vão realizar, nomeadamente a Festa do Avante.

Isto deve valer para todos, porque há uns são filhos, outros são enteados. Quando há uma Festa do Avante que está a dias de ser realizada, automaticamente, as pessoas já se acham no direito de: ‘Vamos lá a um ajuntamento’”, disse, acrescentando ser apenas a sua opinião.

O assunto seguiu e o apresentador voltou a atirar: “A política está acima de todas as coerências”.