Guarda: Agrediu a mãe e ficou em prisão preventiva num hospital psiquiátrico

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, ontem, dia 21 de Janeiro, deteve um homem com 52 anos, por violência doméstica, no concelho da Guarda.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito agredia a mãe, física e psicologicamente, de 70 anos, com quem vivia.

O homem, reincidente no mesmo tipo de crime, foi presente ao Tribunal Judicial da Guarda, ontem, tendo ficado sujeito às medidas de coação de prisão preventiva a cumprir em estabelecimento com hospital psiquiátrico.