Lisboa: Polícia Judiciária prende avô e padrasto que violaram a mesma criança

A Polícia Judiciária, através da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo, procedeu à identificação e detenção de dois homens que abusaram sexualmente de uma menina de 13 anos, sua familiar.

O avô paterno, com 57 anos de idade, e o padrasto da mesma, de 43, encontram-se fortemente indiciados da prática de crimes de abuso sexual de crianças agravado, na forma consumada.

Os factos ocorreram repetidamente durante o ano passado e o presente, quer na residência do avô da vítima, quer na morada de família, onde aquela coabitava com a mãe e o padrasto.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo sido decretada, a ambos, a sujeição à medida de coação processual de prisão preventiva.