Loures: 1 detido e mais de 1500 doses de droga apreendidas pela PSP

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Loures, no dia 01 de Março, pelas 08:30, em Loures, procedeu à detenção de um homem com 59 anos de idade, por ser suspeito da prática do crime de Tráfico de estupefaciente.

No seguimento de uma investigação com cerca de 6 meses, os polícias da PSP conseguiram interceptar o suspeito e , na sequência da detenção em flagrante delito, foram realizadas duas buscas domiciliárias e uma busca não domiciliária, resultando na apreensão de:

· 1533 Doses individuais de Heroína;

· 61 Doses individuais de Cocaína;

· 1 Arma de fogo de calibre 9mm;

· 11 Munições de calibre 9mm;

· 62 Munições de calibre 7,65mm;

· 1 Carregador de arma de fogo de calibre 7,65mm;

· 4730 Euros em numerário;

· Outros objectos e documentos utilizados no crime em investigação.

Com a investigação foi possível concluir que o suspeito faz parte de um grupo de cidadãos que reside em outro país europeu, sendo responsável pelo transporte e introdução em território nacional do produto estupefaciente e substâncias percursoras e que posteriormente de forma organizada e sectorizado é revendida na região metropolitana de Lisboa e região autónoma da Madeira. Neste sentido, e com a colaboração do Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira, através da Esquadra de Investigação Criminal do Funchal, foi realizada uma busca domiciliária no Funchal, bem como realizadas outras diligências de recolha de prova com vista à identificação de outros suspeitos.

O detido, já com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, e prova disso é o facto de se encontrar em liberdade condicional, foi presente, no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Norte – Loures, a interrogatório judicial para aplicação de medida de coação, tendo sido apicada a medida de coação de Prisão Preventiva.

De salientar que nesta investigação já foram detidos mais três suspeitos, sendo que dois deles viviam no estrangeiro e estão em prisão preventiva.

Um dos detidos estava evadido de um estabelecimento prisional desde o ano de 2008, por ter sido condenado pela prática de um crime da mesma natureza.

No decorrer destas operações policiais já foram apreendidas 6698 doses de heroína e 91 700,00 gr. de produto indeterminado.