Metropolitano de Lisboa adopta medidas adicionais no âmbito da Pandemia COVID – 19 Abertura dos canais de validação em toda a rede

Numa quarta fase de implementação do Plano de Contingência e no actual contexto da Pandemia COVID – 19, o Metropolitano de Lisboa informa que procedeu à abertura dos canais de validação em toda a rede, aumentando a facilidade de deslocação dos seus clientes e uma menor necessidade de apoio e de intervenção dos colaboradores da empresa, com o consequente distanciamento social pretendido no actual enquadramento.

 

Com a abertura dos canais, o Metropolitano de Lisboa pretende, ainda, criar as condições necessárias para garantir o aumento da facilidade de deslocação dos seus clientes, evitando o contacto de títulos e de passes nos validadores que, apesar das medidas já implementadas de reforço de limpeza, poderão sempre ser pontos de contágio e potenciais transmissores da COVI – 19.

A adopção desta medida permitirá, também, minimizar as necessidades de interacção com os equipamentos, por parte dos colaboradores do Metropolitano de Lisboa, mitigando o risco de contágio e mantendo uma maior reserva de trabalhadores fisicamente aptos, garantindo-lhes algum período profilático, bem como a redução de um conjunto de tarefas que se encontram, actualmente, asseguradas por prestadores de serviços na área da vigilância, da limpeza e da recolha de dinheiro.

O Metropolitano de Lisboa reavaliará os efeitos da implementação desta medida até ao final do corrente mês de Março e continuará a monitorizar e a acompanhar activamente o evoluir desta situação, em função dos níveis de procura e de disponibilidade dos seus colaboradores, adoptando as medidas que, a cada momento, se vierem a considerar necessárias para garantir as melhores condições de saúde e de segurança.