Oeiras: Tentou arrombar porta para agredir a ex-companheira, tentou agredir polícias e acabou detido

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Divisão Policial de Oeiras, no dia 09 de novembro, pelas 00h50, procedeu à detenção em flagrante delito de um homem com 33 anos, pela prática do crime de violência doméstica contra a ex-companheira.

A polícia da esquadra da área da residência da vítima, Carnaxide, deslocou-se a casa da mesma por haver notícia de estar a decorrer uma situação de violência doméstica, em que o suspeito estaria a tentar entrar na sua casa com o intuito de a agredir. Quando a polícia chegou ao local, verificou que no exterior da residência da vítima se encontrava o suspeito, visivelmente agitado, a proferir impropérios contra a vítima.

Contactada a vítima, foi possível verificar que a mesma se encontrava bastante perturbada e inquieta, tendo informado que o suspeito se deslocou à sua residência e a havia ameaçado, dizendo que a ia matar, desferindo impactos violentos na porta de entrada, o que a deixou bastante assustada temendo pela sua vida. A mesma informou que estas situações são recorrentes desde a separação em 2018 e que, contra o suspeito, consta uma medida de afastamento e, de proibição de contacto com a mesma diretamente ou por interposta pessoa ou por qualquer meio, bem como proibição de se aproximar da sua residência, pelo que o suspeito estava em clara violação das medidas que lhe foram aplicadas.

Ainda durante esta intervenção, o suspeito tentou agredir os agentes policiais com uma grade metálica e com pedras, ao mesmo tempo que repetia as ameaçar à sua ex-companheira.

O suspeito após ter sido advertido para cessar com o comportamento agressivo, continuou com a mesma conduta, pelo que foi necessário efetuar recurso ao gás neutralizante, de forma a fazer cessar a ameaça.

Pelo acima exposto foi dada voz de detenção ao suspeito e presente a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa – prisão preventiva.