Paredes: GNR deteve homem que agrediu e ameaçou de morte a companheira, durante saídas precárias da prisão

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 14 de maio, deteve um homem, de 44 anos, por violência doméstica, no concelho de Paredes.

No âmbito de uma investigação relacionada com violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito de 44 anos, com antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, pelo qual já foi condenado a pena de prisão, agrediu e ameaçou de morte a ex-mulher, de 42 anos, durante as saídas precárias.

Com problemas de alcoolismo, o suspeito terá agredido a mulher desde o início do casamento, em 1996, tendo inclusivamente, durante uma das situações, sido necessário receber tratamento hospitalar.

Durante os três períodos em que esteve preso, obrigou a vítima a entregar-lhe dinheiro de forma regular na prisão, vendo-se esta forçada a vender todos os bens e a ir residir com as filhas para casa de um familiar.

No dia 18 de Abril, o suspeito, ao sair em liberdade condicional, deslocou-se a casa da vítima para a ameaçar, tendo sido revogada a sua liberdade e conduzido novamente ao estabelecimento prisional do qual saiu, no dia 3 de maio, em liberdade definitiva.

Tendo em conta o perigo que a vítima estava sujeita, o suspeito acabou novamente por ser detido, no dia 14, por violência doméstica, e presente ao Tribunal Judicial de Penafiel onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento da residência e proibição de contactos com a vítima, por qualquer meio ou forma e proibição de adquirir ou deter armas de fogo.