Rio Maior: Dois detidos por manipulação de tacógrafos

A Unidade Nacional de Trânsito (UNT), através do Destacamento de Acção de Conjunto (DAC) de Lisboa, ontem, dia 24 de Agosto, deteve dois homens, de 37 e 51 anos, por manipulação de tacógrafos (falsificação de notação técnica), na EN 114 – Rio Maior.

No decorrer de uma acção de fiscalização rodoviária, os militares da Guarda detectaram os ilícitos no momento da abordagem dos veículos, onde se depararam com os tacógrafos a registarem tempo de descanso durante a condução dos veículos. Ainda no decorrer da fiscalização, foi possível detectar que os condutores faziam uso de um dispositivo eletrónico instalado no aparelho tacógrafo que, com um comando remoto, accionava o dispositivo que fazia com que o aparelho de controlo de tacógrafo gerasse, sem qualquer outra intervenção posterior, uma notação técnica de conteúdo falso, pois a mesma atestava que os veículos se encontravam em descanso (parados). Desta forma, criavam a possibilidade de qualquer condutor poder conduzir mais horas do que as permitidas por lei.

Estas acções por parte dos arguidos, levam a uma condução contínua, o que contraria a prática de uma condução defensiva, atentando gravemente contra a segurança rodoviária, sendo o cansaço, em concreto a sonolência, uma das causas associadas a acidentes de viação.

Os veículos foram apreendidos para posterior peritagem e os arguidos notificados para comparecerem no Tribunal Judicial da Comarca de Santarém durante o dia de hoje.