Benjamin Clementine está de regresso a Portugal dias 01 e 02 de Junho para dois espectáculos únicos, nos Coliseus de Lisboa e Porto.

 

Chega apenas alguns meses após a digressão que conquistou o público e a crítica em Braga, Aveiro, Porto, Lisboa e Faro, com todos os concertos esgotados. Os bilhetes para o concerto de dia 1 de Junho, no Coliseu dos Recreios, e dia 2 de Junho, no Coliseu do Porto, estão à desde hoje nos locais habituais.

 

 

 “At Least For Now” é o disco de estreia de Benjamin Clementine, lançado em Abril de 2015, que foi reconhecido como um dos melhores álbuns do ano por numerosas publicações de referência e distinguido com o Mercury Prize 2015, o prestigiado galardão da indústria fonográfica britânica.

 

 

 Pianista autodidacta, com um percurso de vida atribulado, Benjamin Clementine é um talento precoce, que cresceu inspirado em figuras como Leonard Cohen.

 

 

Desde que participou no programa televisivo da BBC2 “Later … with Jools Holland” em 2013, tornou-se no artista mais partilhado no Spotify, foi distinguido com o “Best New Act” em Les Victoires de la Musique, esgotou espectáculos em toda a Europa e nos EUA, e tocou nas primeiras partes dos concertos de artistas como Cat Power, Tune-Yards ou Woodkid e nos festivais de verão Wilderness Festival, com curadoria de Bjork, e no Meltdown Festival, de David Byrne.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6805 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador