Cineteatro D. João V apresenta programação para Agosto

Os fins-de-semana no mês de Agosto no Cineteatro Municipal D. João V, na Damaia, vão receber muita música.

Começando com Sleepy Rust. Este apresenta-se ao vivo a 5 de Agosto pelas 22:00 no Cineteatro Municipal D. João V, na Damaia. O preço dos bilhetes custa cinco euros.

 

 

Após a edição dos EPs “Awake at Last” e “Suburban Tales and a Road Trip”, o guitarrista e tocador de ukulele irá recriar temas destes trabalhos e músicas que constarão no album a ser editado em breve. Acompanhado por Rusty Jack (teclas e guitarra) e Casper Louis (bateria). Adivinha-se para este concerto uma viagem por um universo fusionista de blues, rock`n`roll e uma folk eléctrica, com acenos festivos ao surf, às Antilhas e até ao punk. “Canções com guitarra na voz” é como se pode descrever a música de Sleepy Rust.

 

 

A Marafona é um quinteto acústico composto por cordófones (viola, guitarra portuguesa/cavaquinho/campaniça e contrabaixo), percussões encimadas pela voz poderosa de Artur Serra e amiúde recorre ao seu coro masculino. Como conta histórias as canções são quase visuais e a junção tímbrica de instrumentos e a varidade de arranjos transportam-nos por um périplo de cenários musicais inesperados ou para memórias escondidas. O grupo realiza também uma viagem pelas recolhas poeirentas de textos e canções do cancioneiro popular português, colhendo do património cultural que nos define, abraçando a sua condição de povo. Somam-se depois, necessariamente, um pouco do ser e percurso de cada músico. Encontram-se a espaços as influências de géneros musicais que marcaram as mais recentes gerações, mas vincadas numa criação de autor. O périplo da Marafona assenta na procura de um rumo imaginário para a música popular portuguesa, um caminho de regresso à criação popular, a emergir e com ela, da esmagadora globalização. O concerto acontece no dia 6 de Agosto às 22:00 e o preço dos bilhetes custa seis euros.

 

 

Os Açordas actuam no dia 26 de Agosto, às 22 horas e o bilhete custa 5 euros. Os Açordas formaram-se em 2014, nas Aulas de Música Tradicional da Escola de Música Tradicional de Odemira. Este grupo nasce na primeira turma dos alunos da Freguesia de S. Teotónio que, após terminarem uma noite de Janeiras, a comer uma Açorda, decidiram dar este mesmo nome ao seu grupo. Desde então têm animado as festas e festivais do Sul de Portugal, levando consigo o Sudoeste Alentejano nas “Modas” que Cantam e Tocam, nas Violas Campaniças, nos Cavaquinhos, na Guitarra Clássica e na Viola Baixo.

 

 

“Vitória, vitória vem aí outra história!” apresenta uma pequena selecção de contos e lendas de Portugal e do Mundo, através de uma dramatização pensada para os mais pequenos. Com uma estrutura cénica simples, mas envolvente, conta com a performance de duas personagens, que contam, cantam e dramatizam, procurando desenvolver bastante interacção com o pequeno público, de modo a torna-los parte integrante da performance. A peça infantil pode ser vista no dia 28 de Agosto às 11:00. O preço do bilhete é de cinco euros.