Eventos com prejuízo de mais de 20 milhões no 2º trimestre

Mais de uma centena de empresas, que representam uma facturação superior a 100 milhões de euros em 2019, uniram-se para criar a Associação Portuguesa de Serviços Técnicos para Eventos (APSTE). O movimento surge na sequência do forte impacto negativo que a COVID-19 teve no sector dos eventos em Portugal e tem como principal objectivo contribuir para a definição e regulamentação da prestação de serviços do sector.

Devido ao cancelamento e adiamento de milhares de eventos em Portugal, o sector teve prejuízos de mais de 20 milhões de euros no segundo trimestre de 2020”, afirma Pedro Magalhães, presidente da APSTE. “A crise que está actualmente a afectar o sector dos eventos, decorrente do contexto de pandemia, veio demonstrar a urgência de as empresas juntarem esforços para viabilizarem a sua atividade e manterem os postos de trabalho”, acrescenta o presidente da associação, sublinhando “a importância da consolidação do sector dos eventos, para garantir que as nossas empresas continuam a contribuir para o crescimento da economia nacional”. Importa realçar que estas empresas são responsáveis pelos serviços técnicos de todos os grandes eventos realizados em Portugal como o Rock in Rio, Web Summit, NOS Alive, entre outros que tanto têm contribuído para o sucesso do turismo em Portugal.

As empresas associadas da APSTE representam mais de um milhar de postos de trabalho diretos e cerca de 3000 indiretos, entre os quais técnicos de som, de iluminação, de vídeo, riggers, stage hands e outros profissionais.

De acordo com um inquérito realizado pela APSTE durante o mês de maio, 93% das empresas associadas não efetuaram despedimentos até à data, mas 60% recorreram ao lay-off. O mesmo estudo revela que 56% das empresas não têm liquidez para pagar os salários nos meses de Julho, Agosto e Setembro.

A APSTE tem como objetivo trabalhar ativamente para a regulamentação do setor e para apoiar o desenvolvimento das empresas de serviços técnicos para eventos, através da criação de legislação especifica, promoção da certificação e aperfeiçoamento dos recursos humanos.