Opinião: “Correntes” é o novo álbum dos Modus de Fado

modus de fado

 

“Correntes” é o novo trabalho dos Modus de Fado. O grupo neste novo álbum pretende revisitar as memórias do fado e demonstrar como este se liga com outras culturas. 

 

 

Tudo começa em Lisboa, na cidade bairrista e tradicional que se abriu ao mundo e que migrou para sul trazendo samba no pé e gingado na voz e que se encontra com o fado ao longo das 17 canções que relatam as diferentes facetas da capital portuguesa e compõe o álbum “Correntes”.

 

 

A primeira das composições é “Lisboa Coração D’um Povo”. Este fado traz-nos uma Lisboa de sonhos e de encontros que é a casa de todos os portugueses e de todos aqueles que trazem o fado no sangue e a saudade na voz.

 

 

O segundo tema tem como título “Quadras Gordas”. Este é um fado que fala sobre solidão e sobre a negação de um amor que já nada resta, apenas a saudade. Toda esta história de um amor que já passou é apresentada numa voz encorpada que nos transporta para o ambiente típico de uma Casa de Fados.

 

 

A última das músicas de “Correntes” é um instrumental, dos dois que compõe este disco e que dá título a este trabalho dos Modus de Fado. Aqui as guitarras e as violas são “donas e senhoras” de todo este arranjo instrumental que fecha da melhor forma este trabalho.

 

 

“Correntes”, dos Modus de Fado, já pode ser escutado.