Opinião: Humberto Olímpio presta homenagem a Fernando Farinha

humberto olimpio

 

Humberto Olímpio, que nasceu no Barreiro e iniciou-se nas lides fadistas aos 12 anos, estreia-se nos discos com “Tributo a Fernando Farinha”, seu conterrâneo. 

 

 

O fadista, que também compõe, já actuou ao lado de grandes nomes do fado como Hermínia Silva, Francisco Martinho, Fernando Maurício, Nuno de Aguiar, Anita Guerreiro ou Manuel de Almeida, nomes que encontrou nas casas de fado pelas quais passou: a “Adega Mesquita”, o “Solar da Hermínia” ou o “Forcado”.

 

 

Neste trabalho presta tributo a Fernando Farinha, que o apadrinhou no início de carreira. Neste álbum podemos ouvir o fadista a cantar alguns dos fados mais emblemáticos e a apresentar uma composição da sua autoria. 

 

 

O single de apresentação deste álbum de Humberto Olímpio é o tema “Tributo a Fernando Farinha”, que dá o nome a este disco.

 

 

Humberto Olímpio é dono de uma voz forte e timbrada que transmite a emoção necessária e que nos leva a fechar os olhos para melhor “apreciar” fados como “Igreja de Santo Estêvão” ou “Belos Tempos”

 

 

“Tributo a Fernando Farinha”, de Humberto Olímpio, já está disponível.