Sérgio Godinho actua na Suécia e Noruega

Sérgio Godinho

 

Na próxima semana, mais exactamente a 16, 17 e 18 de Fevereiro, Sérgio Godinho fará a sua estreia em palcos “escandinavos” com concertos em Estocolmo, Oslo e Gotemburgo, respectivamente. As apresentações, duas na Suécia e uma na Noruega, serão realizadas na companhia do pianista Filipe Raposo com quem o “escritor de canções” tem vindo a colaborar regularmente.

 

 

Os concertos em território sueco decorrerão no âmbito do festival de cinema português “Frames – Portuguese Film Festival” que este ano tem como temática “Social Tales” (“histórias de carácter social”) tendo Sérgio Godinho e Filipe Raposo a responsabilidade de abertura da programação nas cidades de Estocolmo (dia 16) e Gotemburgo (dia 18). Toda a programação do festival AQUI.

 

 

Já a 17, uma mudança de país para uma apresentação, também a primeira, em solo norueguês, desta feita tendo como convidado especial o flautista António Carrilho, que se juntará a Sergio Godinho e Filipe Raposo, e que de cujo currículo fazem parte colaborações com a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Divino Sospiro bem como formações na Holanda, Bélgica, Alemanha, Israel e ainda Noruega, país em que efectuou parte da sua formação enquanto instrumentista.

 

 

A par da sua actividade musical, Sérgio Godinho tem também desenvolvido nos últimos anos uma actividade literária regular com publicações nas diversas disciplinas da escrita – no guião cinematográfico, em parceria com José Fonseca e Costa em “Kilas, o mau da fita”; no conto infantil, com “O Pequeno Livros dos Medos”; na poesia, com “O Sangue Por Um Fio”; nos contos, com “Vidadupla”; e, com apresentação no próximo “Correntes de Escrita”, a estreia no romance, com “Coração Mais Que Perfeito” através da Quetzal. 

 

 

Coincidentemente, será a “palavra” que levará Sérgio Godinho à Estremadura espanhola entre os dias 21 e 23 de Fevereiro, para um conjunto de sessões de leitura em torno da sua obra. Os eventos decorrerão nas cidades de Badajoz e Plasencia, com sessões no Museu Estremenho e Ibero-Americano de Arte Contemporânea, na Sala El Verdugo e três instituições de ensino locais.

 

 

 

AGENDA CONCERTOS: 

16 FEV / STALLET / ESTOCOLMO (concerto com Filipe Raposo)

17 FEV / COSMOPOLITE / OSLO (concerto com Filipe Raposo)

16 FEV / BIO ROY / GOTEMBURGO (concerto com Filipe Raposo)

03 MAR / CINE-TEATRO EDUARDO BRAZÃO / V.N. GAIA (“Conta-me histórias”)

04 MAR / AUDITORIO MUNICIPAL / MONÇÃO (“Conta-me histórias”)

15 MAR / VENETIAN THEATRE / MACAU (concerto com Filipe Raposo)

18 MAR / CINE-TEATRO ANTÓNIO LAMOSO / SANTA MARIA DA FEIRA (“Liberdade”)

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6805 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador