Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Big Brother: Maria da Conceição considera que os colegas eram “burros”

Big Brother: Maria da Conceição considera que os colegas eram "burros"

Big Brother: Maria da Conceição considera que os colegas eram “burros”, disse esta manhã aos jornalistas.

Em primeiro lugar, eu nunca me senti muito integrada na casa. Aquele conjunto de concorrentes era muito mais novo e não me adaptei muito bem logo de início. Fiquei muito em baixo, logo na segunda semana pensei em sair”, disse.

Não pensava que ia encontrar tanta juventude com tantas maneiras de ser, tão diferentes e com linguagens que eu não entendia. Não estava bem ali. Não estava no meu mundo. Aquilo que é desconhecido para mim ainda me mete medo”, continuou.

Nunca ninguém me levou muito a sério. [Os concorrentes] Diziam que andava para lá só a limpar e que se tinha ido para lá para limpar mais valia ter ficado em casa, que nunca encontrei o meu lugar, que não sabia o que é que andava lá a fazer”, destacou.

“Não me identifico com a causa, mas identifico-me com aquilo que ela se propõe a fazer, porque, no fundo, não esta a fazer mal a ninguém. Ela quer a união entre as mulheres e isso era o que eu queria há 20 anos“, disse sobre Ana Morina e a causa da sororidade.

Lá dentro, está acabada. Basta dizer uma coisa que eles [os outros concorrentes] vão logo buscar a causa. Muitas vezes ela não a procura, mas eles vão buscar a causa para ser um voto fácil”, acrescentou, explicando que foi graça a Morina que aguentou até ser expulsa.

Os concorrentes com que se identificou mais foram Ana Morina, Aurora Sousa, António Bravo e João Ligeiro.

“Eles são todos letrados, têm muitos estudos, mas depois vai-se a ver, e são uns burros. Quando vão a falar, às vezes, dizem cada asneira que eu nem entendo”, criticou.

Maria da Conceição afirma que Yeniffer Campos parece um “boneco diabólico”. “Até tinha medo (…) A única que até acho que pode estar a usar uma máscara é ela, porque ela é toda daqueles risinhos, até enerva. É muito educada, mas aquele risinho dela, aquele falar dela, não me inspiram confiança”, disse.

Quanto a Felicidade Sá, Maria da Conceição não tem dúvidas: “Ainda bem que eu saí, porque não fui mesmo com a cara da senhora”.

É da opinião ainda que é injusto a sua entrada e luta pelo prémio final, tendo em conta que entrou depois. Quanto aos finalistas gostava de ver Ana Morina, Ana Barbosa, António Bravo e Rui Pinheiro juntos.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
114InscritosInscrever