Bronca na RTP: Ordenado de 6500 euros a chefe em São Tomé gera polémica

Bronca na RTP: Ordenado de 6500 euros a chefe em São Tomé gera polémica, em mais uma situação peculiar no canal público.

O concurso para o cargo de correspondente tem gerado polémica na RTP. O chefe em São Tomé vai ganhar 6500 euros mensais, com casa e deslocações pagas.

Estas informações são confirmadas pelo Correio da Manhã.

Paulo Martins, jornalista que durante vários anos ocupou a editoria de desporto e mais recentemente está ligado à RTP África, foi o escolhido para o cargo, algo que gerou polémica porque o júri está a ser acusado de pré-selecionar Paulo Martins para o cargo onde concorreram 11 jornalistas.

O caso chegou a ser analisado em Conselho de Redação.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

28,470FãsCurtir
12,912SeguidoresSeguir
293SeguidoresSeguir
176InscritosInscrever