Quinta-feira, Setembro 16, 2021

Carlos do Carmo morreu vítima de um pós-operatório a um aneurisma

A Universal Music, editora responsável pela edição dos últimos trabalhos discográficos de Carlos do Carmo, emitiu um comunicado sobre a morte do cantor.

É com enorme pesar que comunicamos que Carlos do Carmo faleceu esta noite vítima de um pós-operatório a um aneurisma da aorta abdominal. Aos 81 anos, o fadista deixa um enorme legado que marcou profundamente o Fado. Senhor de um dom inigualável, Carlos do Carmo deu vida às palavras como ninguém. Muitas vezes visionário, nunca abdicou de levar o Fado para outras dimensões, de lhe introduzir novos instrumentos, de evangelizar novos poetas, de manter o nível. Preparava-se para editar o seu novo álbum de estúdio, mesmo depois de ter dito adeus aos palcos, há cerca de um ano, quando havia completado 80 anos de idade.

E é neste dia, o do adeus de verdade, que nos faltam as palavras.

Carlos do Carmo foi e sempre será, para nós: A Voz. E por tudo, o que pode e não pode ser dito neste simples texto, queremos dizer-lhe essencialmente Obrigado, Carlos do Carmo“.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
109InscritosInscrever