Cláudia Semedo sobre saída do Hell’s Kitchen: “Amei fazer parte deste projeto, mas a vida lá fora chama-me e eu tenho de ir”

Cláudia Semedo sobre saída do Hell’s Kitchen: “Amei fazer parte deste projeto, mas a vida lá fora chama-me e eu tenho de ir”, escreveu.

Cláudia Semedo sobre saída do Hell's Kitchen: "Amei fazer parte deste projeto, mas a vida lá fora chama-me e eu tenho de ir"

Cláudia Semedo partilhou um longo texto sobre a sua jornada no programa da SIC “Hell’s Kitchen”.

Esta foi, sem dúvida, uma semana de despedidas. Esta última a mais leve e feliz”, começou por escrever.

Faço muitas coisas mas quando me perguntam qual é a minha profissão não hesito. Sou atriz. Era muito miúda, nem sei se já sabia o que isso significava e já dizia que queria ser atriz. É a minha forma de estar na vida. Atenta, curiosa, sempre a observar e absorver o que me rodeia e disponível para aprender”, acrescentou.

E aprendi muito no «Hell’s Kitchen». Sobre cozinha, mas também sobre limites, respeito e criatividade. Foi uma jornada: queimei bochechas, mandei bifes crus para a mesa, amanhei linguados, fiz panquecas vencedoras, ovos nuvens voadoras, emocionei-me, ri-me muito e ganhei novos companheiros para o caminho”, comentou Cláudia Semedo.

Amei fazer parte deste projeto, mas a vida lá fora chama-me e eu tenho de ir”, considerou.

Obrigada, Daniel Oliveira e Helder Dias Marques pelo convite. Voltava a repetir a experiência já amanhã. Obrigada, Ljubomir Stanisic pela exigência e generosidade, por me teres ajudado a aprimorar o meu gosto pelos tachos e por me teres apresentado a miúda mais fixe de todas, @papakms”, rematou.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

31,779FãsCurtir
12,747SeguidoresSeguir
438SeguidoresSeguir
277InscritosInscrever