Começa hoje o CROMA – Ciclo de Música Contemporânea de Oeiras

Começa hoje o CROMA – Ciclo de Música Contemporânea de Oeiras, prolongando-se até dia 18.

Começa hoje o CROMA - Ciclo de Música Contemporânea de Oeiras

O CROMA, Ciclo de Música Contemporânea, tem como objetivo promover e divulgar a música contemporânea portuguesa. Na sua segunda edição, de 13 a 18 de Março, em Oeiras, apresentamos uma programação dedicada a algumas das principais formações da vanguarda musical.

Este ciclo tem como missão alargar os horizontes e fronteiras da relação entre os compositores de hoje e o público de hoje.

13 MAR
10:00 – 13:30 Workshop com Ângela da Ponte
Doutorada pela Universidade de Birmingham e Mestre em Ensino da Música pela Universidade de Aveiro, Ângela da Ponte é compositora, docente e investigadora. A sua música tem sido interpretada por muitos ensembles, solistas e orquestras de prestígio, incluindo Smirnov Quartet (Basel Music Academy), Remix Ensemble Casa da Música (PT), Oregon Symphony (EUA), Vertixe Sonora (ES) e Ensemble New Babylon (DE).

17:00 Ensaio Aberto com o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa
19:00 Mesa Redonda com os músico
20:30 Concerto com GMCL

O GMCL (Grupo de Música Contemporânea de Lisboa) foi fundado em 1970 por Jorge Peixinho, em colaboração com alguns músicos português, entre eles, Clotilde Rosa, Carlos Franco e António Oliveira e Silva. Ao longo dos seus mais de 40 anos de existência, o GMCL efectuou concertos em numerosos países, apresentando-se em vários Festivais de Música Contemporânea, tendo sido distinguido com a medalha de Mérito Cultural pela Secretaria de Estado da Cultura em 1991. A discografia de GMCL inclui diversas obras de Jorge Peixinho dirigidas pelo próprio compositor e por outros maestros. O GMCL tem como objectivo principal divulgar, através de concertos e gravações, obras de compositores português contemporâneos.

14 MAR
10:00 – 13:00 Workshop com Christopher Bochmann
Christopher Bochmann formou-se em composição pela Universidade de Oxford, como aluno de David Lumsden, Kenneth Leighton e Robert Sherlaw Johnson. Actualmente, é Professor Catedrático na Universidade de Évora. É também maestro titular da Orquestra Sinfónica Juvenil desde 1984 e dirige com frequência o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa. As suas composições abrangem quase todos os géneros musicais, desde música para solistas à orquestral, de música de câmara à ópera, para além de inúmeras orquestrações e arranjos.

17:00 Ensaio Aberto com Sond’Arte
19:00 Mesa Redonda com os músico
20:30 Concerto com Sond’Arte

Fundado em 2007, o Sond’Arte Electric Ensemble é um ensemble inovador de música contemporânea. A sua estrutura central é a combinação permanente de 5 a 7 instrumentos acústicos (flauta, clarinete, violino, violoncelo, piano, viola, percussão e voz) e electrónica, que conta com a expertise técnica do Miso Studio. O repertório do Sond’Arte Electric Ensemble abrange algumas das mais importantes obras para ensembles de 5 a 8 instrumentos dos séculos XX e XXI. É especializado na interpretação da música erudita contemporânea e composto por um conjunto de jovens músicas com carreiras individuais como solistas.

15 MAR
17:00 Ensaio Aberto com Schalfelld Ensemble
19:00 Mesa Redonda com os músicos
20:30 Concerto com Schalfelld Ensemble

Fundado em 2013, o Schalfelld Ensemble é um ensemble de música contemporânea internacional, criado por ex-alunos da Klangforum Wien e alunos de composição da Kunstuniversitat Graz. É actualmente composto por músicas de 8 nacionalidades. A sonoridade do grupo é pautada pelo seu virtuosismo vivido e música de câmara refinada, com interpretações que dão especial atenção ao formato do concerto, adaptando-as especificamente a cada local. Schalfelld Ensemble tem como missão trazer a música de jovens compositores internacionais para a Áustria e actuar como embaixador de novas produções musicais internacionais.

16 MAR
10:00 – 13:00 | 15:00 – 18:00 Seminário com Frank Bedrossian *
Escola de Música Nossa Senhora do Cabo, Linda-a-velha

A música de Franck Bedrossian, para além do seu impacto físico imediato, emprega uma intensidade dramática com força e refinamento. A inventividade do seu som e a densidade expressiva da sua escrita esculpem uma forma musica rica de ambiguidades de de ilusões acústicas. Bedrossian estudou composição com Allain Gaussin antes de entrar no CNSMDP, onde estudou com Gérard Grisey e depois com Marco Stroppa. A sua obra é publicada por Éditions Billaudot Verlag Neue Music e Maison ONA.

16 MAR
16:30 Concerto de Alunos do EAE
19:00 Mesa Redonda
20:30 Concerto de Música Eletrónica

O dia 16 de Março é marcado pelo início do seminário de composição de três dias com o compositor Frank Bedrossian. Este dia será orientado para a promoção e divulgação de jovens compositores e intérpretes, integrando concertos de ensembles de alunos de diversas escolas do Ensino Especializado em Música de vários pontos do País durante a tarde. O dia finaliza com um concerto de música electrónica com alunos de Composição do Ensino Superior, provenientes de diversas universidades Portuguesas.

17 MAR
10:00 – 13:00 | 15:00 – 18:00 Seminário com Frank Bedrossian *

17:00 Ensaio Aberto com Lisbon Ensemble 20/21
19:00 Mesa Redonda com os músicos
20:30 Concerto com Lisbon Ensemble 20/21

O Ensemble 20/21 é uma formação sem formato fixo, dedicado à música contemporânea com uma instrumentação base de sete intérpretes. Da sua formação inicial, fazem parte os músicos João Pedro Fonseca (flauta), Óscar Viana (oboé), Nuno Antunes (clarinete), Sérgio Ventura (fagote), Filipe Coelho (trompete), José Correia (trompa), António Santos (trombone) e Miguel Leiria (Contrabaixo). Hoje o grupo conta com mais oito elementos, mantendo uma certa flexibilidade na sua constituição de maneira a poder adaptar-se aos repertórios. A sua programação inclui obras para teatro musical, projectos electroacústicos, projectos com vídeo, música de câmara e concertos de ensemble.

18 MAR
10:00 – 13:00 | 15:00 – 18:00 Seminário com Frank Bedrossian *

17:00 Ensaio Aberto com Opuspiritum Ensemble
19:00 Mesa Redonda com os músicos
20:30 Concerto com Opuspiritum Ensemble

O OpuSpiritum Ensemble é um grupo de música de câmara fundado em 2017 e constituído por jovens músicos profissionais que têm o desejo de promover o seu trabalho num contexto de música de câmara, tendo na sua base de formação um duplo quinteto de sopros: duas flautas transversais, dois oboés, dois clarinetes, dois fagotes e duas trompas. Sediado na cidade de Coimbra, o grupo surge devido à quase inexistência deste tipo de formação no nosso país, possibilitando a exploração de repertório já existente e usufruir de novas criações de compositores contemporâneos para a referida formação.

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

30,636FãsCurtir
12,938SeguidoresSeguir
358SeguidoresSeguir
226InscritosInscrever