Terça-feira, Agosto 3, 2021

Covilhã: Detido na posse de centenas de doses de droga e várias armas ilegais

O Comando Territorial de Castelo Branco, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Covilhã, no dia 17 de janeiro, deteve três homens com idades compreendidas entre os 26 e os 31 anos por tráfico de estupefacientes e posse de armas proibidas nos concelhos de Covilhã e de Vila Real de Santo António.

Na sequência de uma investigação que decorria há cerca de um ano, os militares da Guarda apuraram que os suspeitos atuavam de forma organizada e hierarquizada, vendendo cocaína, haxixe, MDMA, heroína e canábis diretamente aos consumidores. Um dos suspeitos fornecia ainda a outros abastecedores, sendo esta uma das maiores redes de tráfico de estupefacientes da Covilhã.

No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a oito mandados de busca, três domiciliárias e cinco em veículos, que culminaram com a detenção de dois suspeitos no concelho da Covilhã e de um suspeito no concelho de Vila Real de Santo António e com a apreensão do seguinte material:

· 530 doses de haxixe;

· 40 doses de cocaína;

· 60 sementes de canábis;

· 20 doses de canábis;

· Uma planta de canábis;

· Dois veículos ligeiros;

· Três armas de ar comprimido;

· 250 euros em numerário;

· 20 aparelhos eletrónicos, entre os quais diversos telemóveis, computadores portáteis, tablets e uma televisão;

· Sete balanças digitais;

· Quatro armas brancas;

· Dois bastões;

· Diverso material para corte, preparação, acondicionamento e consumo de produto estupefaciente.

Os detidos, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foram presentes ao Tribunal Judicial de Castelo Branco, no dia 18 de janeiro, onde lhes foi decretada a medida de coação de prisão preventiva, tendo sido conduzidos ao Estabelecimento Prisional de Castelo Branco.

A operação contou com o reforço do Destacamento Territorial da Covilhã, do Destacamento de Intervenção (DI) de Castelo Branco, da estrutura de Investigação Criminal do Comando Territorial de Castelo Branco e com o apoio da apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Artigos Relacionados

Siga-nos nas redes sociais

23,900FãsCurtir
154SeguidoresSeguir
102InscritosInscrever