Companhia Mascarenhas-Martins: A nova estrutura de produção artística do Montijo

A Casa Mora, no Montijo, recebe a 16 de Janeiro, a apresentação da Companhia Mascarenhas-Martins como nova estrutura de produção artística de Montijo.

 

“Abertura” é o nome dado a este evento dividido em duas partes: Uma conversa a decorrer pelas 16:00 e um concerto pelas 21:30.

 

Na conversa, que conta com a participação de O evento, intitulado Abertura, será dividido em duas partes, uma conversa e um concerto, e terá lugar na Casa Mora, no Montijo.

 

A conversa que contará com a participação de João Brites (O Bando), Luis Miguel Cintra (Teatro da Cornucópia), João Lourenço e Vera San Payo de Lemos (Teatro Aberto), terá uma reflexão sobre “a importância de fundar e manter estruturas artísticas profissionais” segundo informa o município do Montijo em nota de imprensa.

 

O concerto pelas 21:30, contará com as interpretações de Levi Martins e Maria Mascarenhas.

 

A Companhia Mascarenhas-Martins é uma estrutura de produção artística sediada no Montijo que tem como objectivo desenvolver trabalho profissional nas áreas do teatro, cinema, música, literatura e artes plásticas” e que tem nos seus planos para 2016 “apresentar dois espectáculos de teatro baseados em textos originais, produzir um documentário e, ainda, organizar conversas sobre a importância de fundar e manter estruturas artísticas” segundo a mesma nota.

A entrada é livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.