Marta Chasqueira: O Fado e o Flamenco em palco

No final deste mês, a coreógrafa e bailarina portuguesa Marta Chasqueira faz a estreia absoluta do seu novo espectáculo de flamenco “Sola” e repõe “Identidade F”, em que junta esta arte da Andaluzia ao nosso fado.

 

Ambos os espectáculos são apresentados no Auditório Fernando Lopes Graça , em Almada: “Sola” no dia 30 de Janeiro, às 21:30, e “Identidade F” no dia 31, às 17:00.

 

 

Uma das maiores divulgadoras do flamenco em Portugal, Marta Chasqueira dedica “Sola” ao flamenco tradicional, espectáculo em que é acompanhada ao vivo por Laura Castro (voz), Carlos Mil-Homens (percussão), Juantxin Osaba  ( guitarra). Mas, apesar desta arte centenária nascida no sul de Espanha ser a sua paixão mais antiga – foi através dela que venceu o galardão de Melhor Coreógrafa de Danças do Mundo atribuído nos Portugal DanceAwards, em 2009, e foi por ela que fundou a sua própria escola de flamenco, na Academia Artist –, Marta Chasqueira não esquece as suas origens e, arrojadamente, mistura o baile flamenco e a música de fado em “Identidade F” informa a nota de imprensa.

 

 

Neste espectáculo, Marta será acompanhada pelos fadistas Sara Correia, Diana Vilarinho e Miguel Ramos, André Santos na viola de fado e Bruno Mira na guitarra portuguesa.

 

 

Durante os meses de Fevereiro e Março, “Identidade F” estará em digressão com espectáculos no Teatro-Cine de Pombal, dia 27 de Fevereiro, às 21:30 (com Marta a ser acompanhada por Diana Vilarinho, Miguel Ramos e Henrique Leitão na voz, João Silva na viola de fado e Henrique Leitão na guitarra portuguesa), no Cine-Teatro de Sobral de Monte Agraço, dia 5 de Março, às 21:30 (com Joana Melo, Diana Vilarinho e Miguel Ramos na voz, André Santos na viola de fado e Bruno Mira na guitarra portuguesa) e no Cine-Teatro de Torres Vedras, dia 30 de Março, às 14:00 (com Diana Vilarinho, Miguel Ramos e Henrique Leitão na voz, João Silva na viola de fado e Henrique Leitão na guitarra portuguesa).

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6436 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.