Logo Caixa Alfama 2017 _com datas

 

 

O Caixa Alfama tem a sua quinta edição em 2017. O cartaz já é integralmente conhecido e Rui Lavrador sugere os 15 concertos que não deverá perder na edição deste ano.

 

 

 

Dia 15 de Setembro

 

 

Marina Mota- Palco Caixa

É um dos grandes atractivos deste ano. Actriz e intérprete de fado, esgotou no ano passado ao actuar neste mesmo festival no Centro Cultural Dr. Magalhães Lima. Com uma longa carreira, quer como actriz quer como intérprete de fado, é grande a expectativa para ver o que levará ao palco principal do Caixa Alfama.

 

 

 

Teresinha Landeiro- Auditório do Museu do Fado

O rosto de menina, que ainda é, esconde um vozeirão capaz de arrebatar o coração mais empedernido. Com um bom acompanhamento, em termos de carreira,  pode tornar-se um caso sério no fado. Tem ainda algumas arestas por limar (dada a idade), mas é um talento em bruto!

 

 

 

Luís Guerreiro- Museu do Fado- Largo do Chafariz de Dentro

É um dos melhores guitarristas, de guitarra portuguesa, e é frequente vê-lo a acompanhar os nomes maiores do fado. Desta vez em nome próprio mostrará todas a valências musicais que a guitarra portuguesa permite.

 

 

 

Pedro de Castro- Museu do Fado- Largo do Chafariz de Dentro

Responsável pelo lançamento de algumas vozes da actualidade fadista, é, também ele, um exímio executante de guitarra portuguesa. O improviso em palco está garantido, porque com Pedro Castro, tudo, mas mesmo tudo, pode acontecer em palco.

 

 

 

Miguel Ramos- Palco Ermelinda de Freitas- Largo das Alcaçarias

A sua voz transporta-nos para tempos idos, em que o fado era cantado de forma simples, em que a simplicidade o tornava algo de único. Não precisa de baterias nem percussão. Tem um timbre único e consegue arrebatar o público com a emoção e sentimento empregados em cada palavra cantada. Tem disco novo e é uma oportunidade para conhecer ao vivo um trabalho muito bem conseguido.

 

 

 

Diogo Rocha e Sandra Correia- Palco Santa Maria Maior- Grupo Sportivo Adicense

Duas vozes que nos transportam para um bairro e nos oferecem um mundo inteiro de fado. Há emoções que apenas podem ser sentidas e não descritas. Um dos grandes apelativos do festival nesta edição.

 

 

 

Conceição Ribeiro- Palco Tofa- Sociedade Boa União

Prepare-se para um espectáculo trepidante, de ritmo intenso e para navegar nas profundezas de uma fadista com forte presença de palco e uma voz que sabe empregar no repertório que vai do fado tradicional às marchas.

 

 

 

Augusto Ramos- Palco Tofa- Sociedade Boa União

Integra o elenco residente do Boteco da Fá. Pertence a uma família de fadistas e merece maior notoriedade. Sente o fado como poucos, provoca momentos sublimes a quem o ouve.

 
Dia 16 de Setembro

 

 

 

Os Mestres- Palco Caixa

António Rocha, Artur Batalha, Cidália Moreira, Filipe Duarte, Maria Amélia Proença, Maria Armanda, Maria da Nazaré  e Nuno Aguiar são nomes que representam o que de melhor o fado tem. Imperdível!

 

 

 

José Manuel Neto- Museu do Fado- Largo do Chafariz de Dentro

A guitarra portuguesa tem em si um dos expoentes máximos da actualidade. Sensibilidade, simplicidade, beleza e virtuosismo estarão presentes neste espectáculo.

 

 

 

Buba Espinho- Palco Amália- Auditório Abreu Advogados

Entre o Cante e o Fado há uma voz que se situa no limbo entre o vintage e o contemporâneo. Buba Espinho é um “menino” de rara sensibilidade. Aguarda-se a definitiva afirmação e reconhecimento a qualquer momento. Os dois patrimónios imateriais da humanidade, também passarão por ele no futuro!

 

 

 

Paulo Bragança- Palco Ermelinda de Freitas- Largo das Alcaçarias

Está de regresso um caso impar no fado. Arrojado, com um estilo meio gótico, é enorme a expectativa para saber o que apresentará no Caixa Alfama. A sua presença em palco e performance vocal ainda pairam na memória de quem o seguia…

 

 

 

Gonçalo Salgueiro- Igreja de São Miguel

Uma eterna esperança do Fado. Gonçalo Salgueiro tem um timbre único e uma capacidade vocal ao nível dos melhores do mundo, a sua carreira não faz jus ao talento que possui. Os seus espectáculos, como os qualquer génio, são imprevisíveis…Tudo pode acontecer em palco…

 

 

 

Luís Caeiro- Igreja de Santo Estevão

Tem um estilo interpretativo único e o Alentejo marca presença nos seus espectáculos. Espera-se que confirme o talento, que o tem, e que exploda numa carreira que não pode nem deve estagnar. O Fado merece Luís Caeiro no máximo das suas capacidades…

 

 

 

Alexandra- Palco Santa Casa- Centro Cultural Magalhães Lima

Representou durante anos a diva do Fado em “Amália- O Musical” de Filipe La Féria. Foi neste espectáculo que começou o seu casamento com o fado. É uma intérprete de excepção e com uma presença em palco única.

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6659 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.