arrowarrow


Os UHF levaram ontem ao Cineteatro D. João V, na Amadora, um espectáculo inserido na digressão “O melhor de 300 canções”. Uma actuação ao melhor nível e que contou na assistência com aquele que é considerado o último Maestro do futebol português, Rui Costa.

 

Depois de terem esgotado Ponte de Lima no passado dia 08, os UHF apresentaram-se no Cineteatro D. João V na Amadora, perante uma boa moldura humana, sem contudo esgotar a sala amadorense. Mas o espectáculo, esse foi de excelente nível. A banda apresentou-se com um alinhamento que incluía os seus maiores êxitos, e com uma energia que contagiou rapidamente toda a sala.

 

 

 

“A lágrima caiu” deu inicio ao concerto na Amadora e logo após o primeiro tema, o vocalista António Manuel Ribeiro dirigiu-se ao público dizendo que “o melhor que o artista pode receber é o contacto do público. Obrigado por estarem connosco esta noite”, seguindo-se a interpretação de “Dança comigo (até o sol nascer)”.

 

 

 

Esta é a digressão “O melhor de 300 canções” disse o vocalista antes de acrescentar que “vamos desafiar um pouco mais e trazer para o palco canções que já há muito não tocávamos” referindo-se a “Ela (como ninguém)”.

 

 

 

Recuados a 1996, tempo para “Na tua cama”, antes de continuarmos a recuar no tempo e recordar um dos nomes maiores da cultura portuguesa, José Afonso com o tema “Vejam bem”, “uma das musicas mais importantes da minha adolescência, quando a rádio conseguia passar”, recordou António Manuel Ribeiro.

 

 

 

Numa viagem por 36 anos de historia de uma das mais importantes bandas nacionais, “Fingir, não vou fingir”, levou-nos para o álbum “Porquê”. Sobre este tema, o vocalista disse que “nos agrada imenso” e que “nesta sala faz todo o sentido tocar”. António Manuel Ribeiro recordou ainda a condecoração recebida pela banda na SPA, onde estreou “A música (de boca em boca), “não é uma canção lamechas nem de coitadinhos” disse antes de a interpretar na Amadora.

 

 

 

E como que “subindo” uma montanha, os UHF deixaram os temas mais aclamados e melhor memorizados pelos fãs para a recta final da festa na Amadora. Sim este concerto foi um momento de festa e de partilha entre a banda e os seus fãs. “Matas-me com o teu olhar”, “Cavalos de Corrida” ou “Menino” antecederam o encore.

 

 

 

No regresso ao palco o vocalista agradeceu à câmara amadorense na pessoa da sua presidente e revelou o que muitos desconheciam, que na sala estava também o ex-futebolista Rui Costa, actual dirigente do Benfica. Convém notar que na sala estavam muitos adeptos do clube, acabados de sair do jogo que tinha terminado há instantes no Estádio da Luz.

 

 

 

“Noites Lisboetas”, “Quando”, “Quero entrar” Um copo”, “Fogo”, Puseste o diabo em Mim” e “Rua do Carmo” foram os temas interpretados no término do concerto, numa explosão de alegria e aplausos. No final do espectáculo a banda ainda teve a dar autógrafos.

 

 

 

Os UHF mostraram que estão em grande forma e que “O melhor de 300 canções” é um espectáculo que promete levar ao rubro os auditórios por onde passar. O próximo será já dia 30 em Vila Real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.