Antonio Eustaquio e Carlos Barretto actuam em Castelo Branco e Portalegre

Os instrumentistas António Eustáquio e Carlos Barretto dão os primeiros concertos de 2016. A 17 de Fevereiro em Castelo Branco às 21:30 no Centro de Cultura Contemporânea e a 18 de Fevereiro em Portalegre, no Centro de Artes e Espectáculos pelas 21:30.

 

A dupla de instrumentistas que encantou publico e critica durante 2015, está de regresso aos espectáculos ao vivo, desta feita em Castelo Branco e Portalegre. Em Março, Eustáquio e Barretto regressam aos palcos internacionais actuando no Centro Cultural Português no Luxemburgo nos dias 8 e 9 de Março de 2016.

 

 

O álbum homónimo “António Eustáquio e Carlos Barretto” é um dos discos mais importantes da música instrumental portuguesa dos últimos anos. O novo trabalho mereceu apresentações desde o seu lançamento no Theatro Circo de Braga, onde esgotou a sala. O disco nasce da arte complexa e delicada da mistura de diferentes expressões artísticas: a música tradicional e a música improvisada. Foi gravado no ambiente das Aldeias do Xisto, mais precisamente na Aldeia de Cerdeira.

 

 

No estrangeiro o disco foi apresentado na Alemanha.

 

 

O Guitolão, é um novo instrumento português. Foi idealizado e concretizado pelo mestre Gilberto Grácio, a partir de uma ideia de Carlos Paredes. Foi apresentado pela primeira vez ao público em 2005. Existem apenas 3 exemplares no mundo. O primeiro Guitolão a ser construído pertence ao músico e compositor António Eustáquio, virtuoso da Guitarra Portuguesa que se dedicou na última década a este novo instrumento português. Carlos Barretto é um nome incontornável do Jazz e da Música de improviso em Portugal. Músico, compositor e artista plástico, representa “a nata” da música portuguesa. A evolução estética da sua música percorreu variadas correntes jazzísticas, optando hoje por sonoridades mais mediterrânicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.