30 anos UAU celebrados com irreverência por Natalie Choquette

 

 

O Grande Auditório do Centro Cultural de Belém recebeu, ontem, a celebração dos 30 anos da produtora UAU, com um espectáculo da soprano Natalie Choquette.

 

Para quem acha que a ópera é algo aborrecido, ontem foi um excelente dia (noite, neste caso) para abdicar desta ideia. A responsabilidade foi da soprano Natalie Choquette.

 

A canadiana interpretou vários clássicos, acompanhada pelo pianista Scott Bradford, trocando inúmeros vezes de roupa, de estilo, de comportamento e em plena interacção com o público.

 

Coube ao actor Jorge Mourato ir apresentando as ‘peculiares’ personagens que Choquette ia interpretando, todas elas divas vindas de vários países, num ritmo divertido mas em que destacou-se a qualidade interpretativa de Natalie.

 

Por entre vários clássicos, destaque para o instrumental de ‘Casa Portuguesa’ e para a interpretação de Natalie em ‘Nem às paredes confesso’, muito aplaudida pelo público presente no CCB.

 

Por vezes, e em Portugal com regularidade, criamos preconceitos com algumas áreas culturais. Ou porque não gostamos, ou porque nos dizem que não é bom ou porque apenas fica bem dizê-lo.

 

Contudo, e seguindo velha máxima de São Tomé- ‘Ver para crer’, assistir e usufruir é sempre o melhor barómetro para uma análise factual e não apenas superficial de algo.

 

O que se assistiu ontem no CCB não é um espectáculo comercial, nem tão pouco a mais tradicional ópera. É algo que podemos assemelhar a uma introdução à ópera para quem não é melómano. E é assim, que se educa um povo.

 

Uma forma divertida de abordar a ópera, sem a desvirtuar, e uma actuação fisíca e vocal louvável por parte de Natalie Choquette, bem secundada pelo seu pianista.

 

A UAU celebra, hoje, os seus 30 anos. Parabéns, por arriscar!

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6392 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.