The Happy Mess no Teatro-Cine de Torres Vedras

The Happy Mess é um dos projectos acarinhados da Indie Pop-Rock em Portugal. Ao longo do percurso, os seus singles – ‘Morning Sun’ e ‘BackyardGirl’ – fizeram os primeiros lugares dos tops de rádios nacionais, assim como, marcaram presença em bandas sonoras (curtas-metragens, telenovelas e anúncios publicitários).

 

“Half Fiction é o novo registo de originais que a banda tem vindo a apresentar ao vivo desde Outubro de 2015.

 

 

Este novo disco, lançado no início de Outubro de 2015, pela Sony Music, e produzido por Rui Maia (Mirror People | X-Wife), tem sido muito bem recebido pela crítica. Conta com ‘The Invisible Boy’ como single de apresentação e com o videoclip de ‘Heaven (Is In My Basement)’.

 

 

 

Fiquei surpreendido ao ouvir as novas canções dos The Happy Mess, a evolução faz-se notar por todo o disco. Existe agora uma maior complexidade nos arranjos e uma produção muito mais elaborada. Bato palmas a isso.” Disse Nuno Calado, radialista (Antena 3)

 

 

O critico de música e escritor Nuno Costa Santos escreveu “Ao segundo disco os The Happy Mess estão mais imaturos. Ou seja: brincam mais. Arriscam mais. Experimentam mais. Estão mais desafiadores. Mandam-se para novos terraços. Surpreendem mais. É um motivo de festa.”

 

 

O momento da verdade para os The Happy Mess? Talvez, nem tanto, embora o novo álbum do grupo exale o tipo de energia à flor da pele que associamos aos instantes decisivos, num misto de canções emocionais onde convivem a composição de espaços de recolhimento e a sombra catártica do rock.” Avaliou Vitor Belanciano, jornalista do Público.

 

 

Os Happy são uma banda que muito estimo. Bons amigos, pessoal fantástico e extremamente trabalhadores. Tive a sorte de trabalhar com eles no primeiro disco. Ao ouvir o novo disco sinto uma grande evolução, uma produção do grande Rui Maia, espectacular e a banda cada vez mais entrosada. Vários motivos para ouvir do princípio ao fim com atenção e apreciar mais um grande disco feito em Portugal em 2015.”. Revelou por sua vez Fred- músico (Orelha Negra / Banda do Mar / 5-30) e produtor.

 

 

The Happy Mess tem divulgado a sua discografia em salas, auditórios e teatros de todo o país (Casa da Música, Hard Club, Centro Cultural de Belém) e em festivais nacionais (Vodafone Paredes de Coura, Super Bock Super Rock, MEO Marés Vivas, Festival do Crato, entre outros).

 

O grupo é composto por Miguel Ribeiro (voz e guitarra), Rui Costa (teclados), Joana Duarte (voz e sintetizadores), João Pascoal (baixo) e Pedro Madeira (bateria).

 

 

Para ver ao vivo no dia 04 de Março em Torres Vedras, Teatro-Cine, pelas 21:30.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6438 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.