Festival Terras Sem Sombra segue para Sines apresentando “ópera sem vozes”

A 12.ª edição do Festival Terras sem Sombra (FTSS), começou no dia 27 de Fevereiro e prolonga-se até 02 de Julho. Das muitas actividades apresentadas, destaca-se uma ópera espanhola que reflecte o problema sírio.

 

No fim de semana de 12 e 13 de Março, três criadores que ostentam os prémios nacionais espanhóis de design, composição e interpretação musical coincidem no que será, talvez, o espectáculo mais insólito do Terras sem Sombra deste ano: uma “ópera sem vozes”, sempre/ainda, a partir de textos procedentes de Damasco Suite, de Alberto Corazón, com música composta por Alfredo Aracil e interpretação ao piano por Juan Carlos Garvayo.

 

 

Na realização multimédia, inspirada por pinturas de Alberto Corazón, colabora também Simón Escudero. A “ópera sem vozes” Sempre/Ainda é um espectáculo singular em que a música para piano solo e as imagens projectadas num ecrã nos vão revelando, pouco a pouco, um texto; a sua matéria-prima resulta de umas anotações, tiradas dos seus cadernos de viagem, pelo autor do texto, durante uma transcendental estadia em Damasco antes da tragédia que a assola.

 

 

Com uma duração aproximada de pouco mais de uma hora, esta criação estreou-se, em Outubro de 2015, no Museo Universidad de Navarra, em Pamplona, desenhado por Rafael Moneo. Vai ser possível vê-la e ouvi-la, no Centro das Artes de Sines, ainda antes da sua apresentação em Madrid ou Sevilha, o que constitui também uma forma de realçar a contemporaneidade deste projecto cultural. Preparando a apresentação da ópera, realiza-se a 11 de Março, sexta-feira, às 21:30, na cafetaria do Centro das Artes, uma mesa-redonda.

 

 

Para além desta actividade também vai haver uma recolha de lixo marítimo em Sines. Após cada concerto – artistas, espectadores e membros das comunidades locais – no domingo, pela manhã, estarão presentes em acções ao serviço da defesa da biodiversidade e no dia 13 de Março, pelas 10:00, realiza-se a acção ” Mãos à obra e os Sines”.

 

 

O Festival Sem Sombras é de entrada livre e é organizado pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.