Luís Franco Bastos ou a “Voz da Razão” em entrevista ao Infocul.pt sobre o novo espectáculo

Subtítulo da notícia aqui

O novo material que Luís Franco-Bastos apresenta baseia-se numa nova perspectiva sobre o mundo, numa nova fase da sua vida, agora que atingiu a maturidade tanto pessoal como artística.

 

 

Os comediantes dão a conhecer a pessoa que são através do seu material e o Luís Franco-Bastos que apresenta este espectáculo não é a mesma pessoa que apresentou os seus espectáculos anteriores.

 

 

O humorista actua no Coliseu do Porto a 31 de Março e no Coliseu de Lisboa a 29 de Abril e em entrevista ao Infocul.pt respondeu a tudo e deixou um convite aos seus fãs para irem aos espectáculos apresentando um motivo…diferente.

 

 

Quais as grandes diferenças entre “Roubo de Identidade” e “Voz da Razão”?

 

O humorista que os fez/faz agora é uma pessoa diferente, logo os espectáculos são diferentes. O nosso material reflecte sempre a nossa personalidade, as nossas vivências e as nossas opiniões (mesmo que de forma distorcida e exagerada). Este “Voz da Razão” tem novos temas, novas vozes e novas perspectivas que o outro não tinha.

 

 

Quais as temáticas abordadas neste espectáculo? Quais os personagens mais difíceis de imitar?

 

O espectáculo aborda um pouco de tudo. Da música ao entretenimento, relações amorosas, futebol, política. Todos foram difíceis e todos deram trabalho a aperfeiçoar.

 

 

Com uma agenda já com alguns espectáculos, o alinhamento vais sendo modificado dependendo da sala em que actua?

 

Não propriamente. Há sempre pequenos ajustes, pequenos improvisos em cada ocasião, mas o objectivo antes de partir para uma Tour é criar uma hora de material sólido que funcione em qualquer cidade.

 

 

Nos espectáculos para os Coliseus de Lisboa e Porto, estão previstos convidados em palco?

 

Não. É um solo de stand-up comedy. O artista apresenta-se sempre sozinho. Não faria qualquer sentido.

 

 

Os humoristas estão muitas vezes debaixo de criticas do público. Como encara as criticas e porque é que existe muitas vezes essa falta de sensibilidade do público?

 

Há as críticas construtivas e as inúteis/sem fundamento, mas ambas fazem parte do jogo. Um médico que não consiga ver sangue à frente, não pode ser médico. As críticas construtivas ou as opiniões legítimas como “Não gostei disto” ou “Não achei muita piada”, aceito-as e tenho-as em conta. O meu objectivo é que o maior número possível de pessoas goste sempre de tudo o que eu faço, mas haverá sempre quem não goste. Já os insultos de gente desocupada e complexada que se esconde atrás do seu perfil de facebook, essas não tenho em conta. Mas divirto-me imenso a ler.

 

 

Quais os temas que requerem um maior cuidado na abordagem?

 

Todos. Porque todos os temas (todos!) podem dar boas piadas se bem trabalhados.

 

 

Quais foram ou são as suas maiores referências no Humor (nacional e internacional)?

 

No humor nacional, obviamente o Herman. Depois noutra fase, Bruno Nogueira, Gato Fedorento, etc. Internacionalmente, Jim Carrey, Robin Williams, Seinfeld, Frank Calhando, Pablo Francisco, Louis CK, Ricky Gervais, Chris Rock, Dane Cook, Kevin Hart. Podia continuar mais 7 ou 8 linhas.

 

 

Como convida o público a ir assistir à “Voz da Razão”?

 

Para quem gosta do meu trabalho e o segue na televisão/rádio/internet, gosto de acreditar que ao vivo ainda é melhor. Até porque eu cheiro particularmente bem.

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6333 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.