Açores: Forcados do Ramo Grande decidiram “ajudar o próximo e apoiar causas”

Foto: G.F.A. Ramo Grande
O Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande, que tem Manuel Pires como cabo, deu hoje conta de importantes acções levadas a cabo durante esta temporada.

Acções essas que permitiram ajudaram várias pessoas, através da solidariedade.
2020, venceu a generosidade e a vontade de fazer o bem, o sonhar alto e concretizar objetivos maiores foram adiados mas mesmo assim não esquecemos a nossa comunidade e quem também olha por nós.
Os Forcados Amadores do Ramo Grande, neste ano atípico decidiram ajudar o próximo, e apoiar causas, isto é, logo no mês após o início da pandemia decidiram ajudar famílias carenciadas e em conjunto com a Câmara Municipal da Praia da Vitória fizeram-no sem qualquer objetivo de ganhar visibilidade por parte de terceiros, foi feito apenas pela necessidade que o grupo sentiu em estar perto da comunidade neste momento difícil e de trabalho diário árduo para pôr “pão na mesa”.
Dia 31 de Maio de 2020, data inicial para o Festival de Beneficiência a favor das paróquias das freguesias da Agualva e da Vila das Lajes, tal acabou por ser adiado pelo momento pandémico que insiste permanecer. O momento que vivemos trouxe algumas barreiras que se fizeram impor durante meses e que premeditaram o adiamento do Festival, sendo tudo isto não suficiente para desistir de se organizar o mesmo.
Dia 15 de Agosto, data em que se realizou o Festival, onde se entregou a cada paróquia um montante de 2.900€, com o único objetivo de ajudar a comunidade em que o Ramo Grande está inserido.
Em 2020 as corridas foram poucas mas os Amadores do Ramo Grande saem de coração cheio, dever cumprido e com a certeza que este é o caminho a seguir, de mãos dadas com a comunidade“, escreveu o grupo na sua página oficial de Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.