Alexandra prepara abertura de “Arcadas do Fado” em Almancil: “A casa de fados, para já, é o meu amor maior”

 

 

 

 

Alexandra actuou este fim-de-semana no festival Santa Casa Alfama e prepara-se agora para abrir a sua nova casa de fados, “Arcadas do Fado”, no Algarve, mais concretamente em Almancil. Em entrevista ao Infocul, desvendou um pouco do que está a preparar até final deste ano.

 

 

 

A casa de fados, para já, é o meu amor maior. Porque me tenho que dedicar à casa de fados. Deixei de ter o Marquês da Sé, aqui em Lisboa, com este problema de as pessoas terem que sair dos bairros, eu também tive que sair. Tive que entregar o espaço, negociar o espaço” começou por nos dizer.

 

 

Acrescentou que “eu gosto de ter um espaço para as pessoas me encontrarem. Hoje em dia não temos assim tantos espectáculos aqui em Lisboa, andamos mais pelo país e pelo estrangeiro. As pessoas, às vezes, até pensam que estamos parados mas não estamos. Portanto eu gostava de ter um espaço para as pessoas me encontrarem aqui em Lisboa, foi difícil, muito difícil. Não encontrei. Então como gosto muito do Algarve, está ali perto de África, eu sempre disse que quando me reformasse gostava de ir para África, e como não é possível porque tenho cá os meus filhos, portanto o Algarve também me agrada, tem um clima quente. Tive sorte e arranjei uma casa lindíssima no Algarve e vou dedicar-me. Chama-se “Arcadas do Fado”, é muito parecida com o Marquês da Sé, com aquelas arcadas…É Lindíssima. E depois tenho os meus concertos, já não aceito aquela correria de andar de terra em terra. Já não o faço. Portanto selecciono mais. Faço uma escolha”.

 

 

Os espectáculos esses continuarão a existir, desvendando que “no fim do mês vou ao Casino da Póvoa, próximo fim-de-semana vou para o Porto, no fim do ano vou para a República Dominicana e depois em Fevereiro vou para Toronto. E vou tentando estar na casa de fados, não abandonando muito, porque aqui em Lisboa afastei-me um pouco da casa de fado por causa dos musicais de Filipe La Feria, foram seis musicais. Não quero cometer o mesmo erro no Algarve, quero estar mais presente”.

 

Mas quem for à nova casa de fados pode esperar encontrar Alexandra, até porque “as pessoas quando vão à casa de fados, neste caso da Alexandra, querem que a Alexandra esteja. Claro que vou continuar a fazer os meus concertos além de projectos diferentes que de vez em quando gosto de fazer, como foi o caso do Abraço Lusitano”.

 

Todas as novidades sobre o novo espaço podem ser acompanhadas AQUI.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 03/10/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

_