Alfredo Costa apresentou-se no Palco Ermelinda Freitas, no passado dia 23 de Novembro, enfrentando o desafio de actuar no Super Bock em Stock, ao estrear-se como artista a solo.

Expôs ao público maioritariamente jovem, no qual também apareceram caras conhecidas, uma composição musical recheada de surpresas.

Passando pelo Hip-Hop, Pop e Electrónica (e com alguns falsettos pelo meio) o artista demonstrou, num espectáculo íntimo, a diversidade do seu repertório actual.

Foram tocados temas como “Vaso Ruim”, “B(a)la e o Monstro”, “Tarde e a Más Horas”, “Amália” e “Eleanor Rigby”, sendo este último originalmente da banda The Beatles e o que iniciou o caminho de Alfredo perante uma nova experiência, o programa “The Voice”, no ano de 2015.

A expressividade do músico no decurso do espectáculo foi uma das características mais predominantes aos olhos do público. Desta maneira, a força das suas mensagens foi transmitida com emoção, permitindo a quem o assistia sentir as suas palavras e intenções.

Apesar de inicialmente terem existido problemas com o som do espectáculo, o músico espalhou a sua mensagem nitidamente no decurso do concerto, com a ajuda de, Apu (DJ) Cristiano Ferreira (no baixo), Mistah Isaac (no trompete e guitarra) e Del Dos Anjos (na bateria).

Mariana Nave

Em Fevereiro de 2019, começou a trabalhar com o projecto Infocul.pt, sendo este também o primeiro projecto com que colabora. Apesar de ainda não ter um longo percurso, continua a trabalhar sempre com o objectivo de melhorar as suas capacidades no ramo da comunicação social.

Mariana Nave has 30 posts and counting. See all posts by Mariana Nave

Mariana Nave

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.