Ana Dias: “O desafio é conseguir a confiança da modelo para poder pô-la à vontade(…)”

Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-46

 

Playboy World  reúne 19 fotos publicadas, em 2015 e 2016, em várias edições internacionais da revista Playboy e captadas pela lente de Ana Dias. 

 

Natural do Porto, Ana Dias, de 32 anos, apesar de não ser modelo, é uma das estrelas da revista Playboy. Com um assinalável percurso internacional, a fotógrafa é colaboradora da revista Playboy em 20 países, como são, por exemplo, os casos de Portugal, Holanda, Rússia, Alemanha, Estados Unidos, Brasil ou Africa do Sul.  

 

 

Depois de vários anos a colaborar para Playboy, Ana Dias foi reconhecida pelo seu trabalho, quando em junho de 2015, o director da publicação, Jimmy Jellinek, a convidou para um projecto inovador: um webshow sobre as suas aventuras enquanto fotógrafa da marca internacional. Com uma carreira relevante, Ana Dias viaja, actualmente, pelo mundo, trabalhando para várias marcas ilustres incluindo Playboy, e as suas imagens foram aclamadas internacionalmente. 

 

 

Ana Dias nasceu no Porto em 1984. Concluiu, em 2007, a licenciatura na Escola Superior Artística do Porto, tendo integrado como assistente técnica da instituição na área de Serigrafia, Litografia e Gravura no ano lectivo seguinte. 

 

 

Em entrevista ao Infocul aborda esta exposição e também o modo como a revista Playboy é vista em Portugal. 

 Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-6

 

Quando surgiu a possibilidade de concretizar a “Playboy World” no Casino Lisboa?

 

O convite surgiu há alguns meses. O Casino Lisboa entrou em contacto comigo, mostrando interesse na exposição do meu trabalho. A proposta do tema “Playboy” foi feita por mim, uma vez que tem tudo a ver com o trabalho que tenho desenvolvido nos últimos anos. O que eu faço enquanto fotógrafa centra-se muitíssimo no erotismo e como colaboro neste momento com 20 países com a Playboy, achei que seria interessante e que faria todo o sentido o tema da exposição ser Playboy.

 

 

 

Por entre tantas fotografias que foi efectuando ao longo do seu percurso, qual foi o maior desafio na escolha das fotografias para esta exposição?

 

Foi de facto muito difícil a escolha, porque tenho centenas de fotografias que tirei ao longo dos últimos anos. Procurei escolher um conjunto de imagens que fossem representativas do meu estilo e que transmitissem todo o poder do universo Playboy. Procurei também, uma vez que as fotografias fazem parte de vários ensaios separados, escolher um conjunto que tivesse uma certa coerência estética e estou muito contente com o resultado.

 Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-16

 

Como é ser vista como a “fotógrafa da Playboy”?

 

É um grande orgulho e uma enorme honra! É uma das marcas mais reconhecidas do mundo, e aquela que eu sempre admirei, por isso sinto-me privilegiada por pertencer a esta família tão icónica.

 

 

 

Qual a pior critica e o melhor elogio que lhe fizeram?

 

Não valorizo exageradamente os elogios nem as críticas negativas, porque eu sei que a pessoa mais crítica em relação ao meu trabalho sou eu mesma. Se o trabalho que eu idealizei na minha imaginação se concretizar tal e qual como eu queria, eu fico muitíssimo feliz. O inverso também é verdade. Quer isto dizer que os maiores elogios ou críticas negativas ao meu trabalho, e aqueles que eu mais valorizo são os meus próprios. É claro que é agradável ter a aprovação de quem vê o trabalho, mas para mim isso não é o mais importante.

 Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-8

 

Na sua opinião, como é vista a Playboy cá em Portugal?

 

Eu penso que a revista é bem vista cá em Portugal, pelo menos, quando digo que trabalho com a Playboy, todos me respeitam e me valorizam. Há, no entanto, no nosso país, um certo preconceito em relação á nudez, mas acredito, que lentamente as coisas estão a mudar.

 

 

Fotografando modelos nus, qual o maior desafio?

 

Fotografar a nudez feminina é algo que é emocionalmente forte, claro, porque geralmente se envolve em algum secretismo e mistério.

 Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-18

O desafio é conseguir a confiança da modelos para poder pô-la à vontade de forma a conseguir captar uma imagem esteticamente apelativa e emocionante.

 

 

Quem são as suas grandes referências na fotografia?

 

Há muitos fotógrafos que admiro, mas no últimos tempos tenho prestado atenção ao trabalho de: Ellen Von Unwerth, Tony Kelly e Terry Richardson.

 

 

 

Como convida o público a ir ao Casino Lisboa ver esta exposição?

 

O que eu geralmente digo é, se apreciam o meu trabalho, se gostam do universo Playboy ou se simplesmente valorizam imagens cheias de cor, beleza e sensualidade, não podem perder esta exposição.

 

Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M

 

 

Algum conselho que dê ao público antes de ir ver a exposição?

 

Não tenho nenhum conselho. Espero apenas que visitam a exposição e desfrutem!

 

 

 

Onde pode o público acompanhar diariamente o seu trabalho?

 

Através do site da Playboy ou através do meu site ou mesmo nas redes sociais: Instagram,  FacebookBehance.

 

Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-22

 

Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-24

 

Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-25

 

Playboy World no Casino Lisboa - 13-01-2017_M-29

 

A exposição está patente na Galeria de Arte do Casino Lisboa, na área envolvente da Arena Lounge.

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6397 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.