António-Pedro Vasconcelos é o candidato português ao Prémio Fénix a la Labor Cinematográfica 2018

 

 

O cineasta António-Pedro Vasconcelos é o candidato escolhido pela Academia Portuguesa de Cinema para concorrer ao Prémio Fénix a la Labor Cinematográfica 2018, que vai ser entregue pela Federação Ibero-Americana de Academias de Artes e Ciências Cinematográficas.

 

 

Paulo Trancoso, Presidente da Academia Portuguesa de Cinema, explicou que “este prémio tem como objectivo reconhecer e enaltecer o trabalho de quem tem contribuído para o desenvolvimento e crescimento da indústria cinematográfica” e acrescentou que “António-Pedro Vasconcelos é, sem dúvida, uma das pessoas que o tem feito em Portugal”.

 

O vencedor do prémio será conhecido a 21 de Outubro, numa conferência de imprensa no Festival Internacional de Cine de Morelia, e a entrega do prémio decorrerá na Cerimónia de Entrega dos Prémios Fénix, no dia 7 de Novembro, na Cidade do México.

 

Em anos anteriores, a Academia Portuguesa de Cinema indicou para Prémios Carreira (Prémio Fénix a la Trayectoria) o director de fotografia Eduardo Serra (2014), que recebeu o prémio Sophia Carreira no mesmo ano, o produtor e realizador António da Cunha Telles (2015), que recebeu também o prémio Sophia Carreira em 2012, o director de fotografia Acácio de Almeida (2016), vencedor do Prémio Sophia Carreira em 2013 e do Prémio Sophia para Melhor Fotografia em 2015, e o actor Joaquim de Almeida (2017).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.