A vigésima segunda edição do festival Super Bock Super Rock ( SBSR ) foi apresentada em conferência de imprensa no Parque das Nações, junto ao Tejo.

O SBSR voltou a Lisboa na edição de 2015 depois de ter sido realizado durante vários anos no Meco onde actuaram nomes como os Pet Shop Boys ou os Arctic Monkeys que deixaram a fasquia muito alta para o Super Bock Super Rock.

 

 

Na apresentação do cartaz para a edição de 2016 estiveram presentes: Luís Montez ( responsável pelo evento e director da produtora Música no Coração), Nuno Bernardo ( administrador da marca Super Bock) e o presidente da junta do Parque das Nações, José Moreno.

 

 

Todos reconhecemos que este é o maior festival de rock em Lisboa. Foi onde tudo começou, há 22 anos atrás. Temos um espaço com condições excelentes para albergarmos um festival desta dimensão“, explica o presidente da junta de freguesia do Parque das Nações, José Moreno. O palco Super Bock Super Rock vai aparecer com uma acústica melhorada. 

 

 

Os espaços que fazem parte do recinto do festival são limpos e amplos. Para além do palco Super Bock existem, ainda, os palcos: EDP, Carlsberg e Antena 3. Nestes locais vão actuar grandes bandas nacionais como: Molinex, que vai fazer um tributo a Prince ( Carlsberg); Orelha Negra ( Super Bock Super Rock) e Samuel Uria, um dos maiores compositores portugueses ( Antena 3).

 

 

Os transportes públicos são gratuitos depois da 01:30 e o bilhete para os comboios da CP podem ser incluídos no passe de três dias para o festival (que custa 95€). Os comboios de Portugal oferecem, igualmente, ligações especiais vindas do norte do país.

 

 

O palco Antena 3 foi dos mais comentados no ano passado devido ao apoio que dá à música portuguesa.

 

 

O balanço do ano passado foi muito positivo. Do estudo que fizemos deparamos que todos queriam uma maior proximidade com o rio. Nós em conjunto com o gabinete de arquitectura do porto redesenhamos o palco que vai ter uma maior interacção com as bandas. No ano passado ofertamos o jardim da música. Este ano o Super Bock Super Rock vai suportar a manutenção das quatro estátuas do Gil“, informou Luís Montez, da Música no Coração, sobre a parceria que têm com a junta de freguesia do Oriente e que vai permitir a manutenção das estátuas que são o símbolo da Expo 98.

 

 

O Super Bock Super Rock realiza-se nos dias 14,15 e 16 de Julho e já só faltam 1.800 bilhetes para esgotar o sábado, onde o grande cabeça-de-cartaz é o americano Kendrick Lammar que teve 11 nomeações para os Grammy e que escolheu Portugal para uma das quatro actuações que vai fazer na Europa durante o verão. 

 

 

A 16 de Julho também actuam os portugueses GNR (que subiram ao palco na primeira edição do festival) e a Capicua (que vai encerrar aqui um ciclo iniciado com “Medusa”).

 

 

Hoje é um dia muito importante pois a música está no ADN da marca Super Bock. Envolvemo-nos em várias coisas mas este projecto é , sem dúvida, dos mais importantes. Este é o festival com mais edições consecutivas em Portugal. Muitas gerações tiveram oportunidade de ir ao Super Bock Super Rock pois este já esteve em vários locais, inclusive em Angola. É uma honra ter bandas que estão sempre a inovar. Uma das novidades que vamos apresentar este ano é o copo reciclável. As pessoas pagam uma pequena caução que poderão pedir de volta no fim do festival“, revelou Nuno Bernardo que já era entusiasta do festival mesmo antes de se tornar administrador da marca patrocinadora do evento. Haverá um copo alusivo a cada um dos dias do festival, pensado de propósito para os coleccionadores.

 

 

Para além da ideia dos copos recicláveis, a Música no Coração e a Super Bock têm agendada para o dia 13 de Julho, a véspera da abertura das portas, a realização de laboratórios de apoio às indústrias criativas.

 

 

Nessa noite vamos anunciar o vencedor das industrias criativas. Mas o grande factor de união dentro do festival é mesmo a música. É honra para nós ser, por mais um ano, patrocinadores deste evento“, diz Nuno Bernardo.

 

Após a apresentação do cartaz e restantes novidades para este ano, houve um momento musical protagonizado por Tomás Wallenstein (“Capitão Fausto”) que tocou alguns temas do disco “Têm os dias contados”. O álbum anterior do grupo também foi apresentado no festival.

 

 

Com um cartaz fortíssimo, a grande aposta para o dia 14 de Julho são os Disclousure ,na primeira actuação ao vivo em Portugal, e a 15 de Julho são os Massive Attack, que regressam ao nosso país, e Iggy Pop ,um dos grandes ícones do rock. 

 

 

O dia 15 de Julho é o mais rockeiro dos três: “O que mais me interessa não é o rock mas é a atitude. Todo o cartaz deste ano é muito forte”, revelou  Luís Montez. As bandas que este ano vão actuar junto ao Tejo são grandes artistas com grandes cds que apresentam maravilhosos espectáculos ao vivo.

 

 

O cartaz completo é o seuinte:

 

 

Dia 14 de julho

 

Palco Super Bock – DISCLOSURE, THE NATIONAL, THE TEMPER TRAP

Palco EDP – JAMIE XX, KURT VILE, VILLAGERS, LUCIUS, SURMA (ARTISTA

RECOMENDADA TRADIIO)

Palco Carlsberg – DJ SHADOW, BOMBA ESTÉREO, RIOT

Palco Antena 3 – SAMUEL ÚRIA, PEIXE : AVIÃO, BENJAMIM, ALEK REIN

 

 

Dia 15 de julho

 

Palco Super Bock – IGGY POP, MASSIVE ATTACK & YOUNG FATHERS, BLOC PARTY

Palco EDP – MAC DEMARCO, RHYE, KWABS, PETITE NOIR,PÁS DE PROBLÈME

Palco Carlsberg – LION BABE, MOULLINEX, TRIKK

Palco Antena 3 – CAPITÃO FAUSTO, GLOCKENWISE, PISTA, BASSET HOUNDS

 

 

Dia 16 de julho

 

Palco Super Bock – KENDRICK LAMAR, DE LA SOUL, ORELHA NEGRA

Palco EDP – GNR – PSICOPÁTRIA, FIDLAR, CAPICUA, KELELA, THE PARROTS

Palco Carlsberg – DJ RIDE LIVE + DJ SET, BATIDA – UMA LATA DJ SET,

DANIEL HAAKSMAN

Palco Antena 3 – “A PURPLE EXPERIENCE” POR MOULLINEX, SALTO, MIKE EL

NITE, SLOW J

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.